Views
2 weeks ago

edição de 9 de outubro de 2017

  • Text
  • Marketing
  • Outubro
  • Propmark
  • Anos
  • Marca
  • Jornal
  • Grupo
  • Mercado
  • Digital
  • Brasil

MErcado Publicitários

MErcado Publicitários debatem na ESPM PL sobre profissão de mercadólogo Reunião na escola mostrou olhar de cautela para projeto de lei que está no Senado; se necessário, a tendência é ter posição conjunta contra texto JÉSSICA OLIVEIRA ESPM discutiu em São Paulo o PL 1944/07, que disci- A plina o exercício da profissão de mercadólogo (marketing). O texto foi aprovado em agosto pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados e está no Senado como PLC 103/17. José Agripino (DEM/RN), senador e presidente do Democratas, é o relator. A reunião no último dia 5 foi motivada pela preocupação com o que o texto propõe e que ele seja aprovado sem que os principais interessados, como o meio acadêmico, entidades do setor e representantes do mercado de marketing, mídia e comunicação, tenham discutido o assunto e se posicionado oficialmente. O encontro reuniu entre os participantes Dalton Pastore, presidente da ESPM; Alexandre Gracioso, vice-presidente acadêmico da ESPM; Armando Ferrentini, presidente da Editora Referência, que publica o PROPMARK e as revistas Marketing e Propaganda; Luis Roberto Antonik, diretor-geral da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão); Thomaz Naves, diretor- -comercial e de marketing da Record TV Rio e presidente da ABMN (Associação Brasileira de Marketing); o advogado João Luiz de Faria Netto, consultor jurídico do Cenp (Conselho Executivo das Normas-Padrão); e Roberto Cardoso, presidente do CRA-SP (Conselho Regional de Administração de São Paulo). “A ESPM foi fundada há quase 66 anos por profissionais do mercado de marketing e publicidade. Achei que era conveniente, natural e próprio que reuníssemos esse grupo de pessoas para discutir o projeto de lei e os possíveis impactos em uma eventual aprovação. Não é saudável que esse PL tenha Dalton Pastore, presidente da ESPM, coordenou primeira discussão sobre o PL 1944/07 Thomaz Naves, da Record TV Rio e da ABMN, também participou da discussão seguido até aqui sem a nossa participação e sem termos sido ouvidos”, disse Pastore, abrindo a discussão. O texto determina que seria profissional de marketing aquele que, entre outras coisas, desempenha atividade especializada de caráter técnico-científico, criativo e artístico, com o objetivo de criar e redigir textos publicitários, roteirizar chamadas publicitárias e comerciais Fotos: Alê Oliveira “Não é saudável que esse Pl teNha seguido até aqui sem Nossa ParticiPação e sem termos sido ouvidos” no rádio e TV; e cuida do planejamento de investimentos e inserções de campanhas publicitárias na mídia, atendimento de anunciantes e administração de agências publicitárias. O projeto de lei é visto com cautela e preocupação por todos estes segmentos. O grupo de participantes tende a ser contrário ao texto, por uma série de motivos como a falta de necessidade de regulamentar a profissão, possível motivação política e representar um contrassenso ao rumo da sociedade, do mundo acadêmico e do mercado como um todo. “É um projeto político. E não há necessidade de regulamentar o que já está regulamentado”, defendeu Cardoso, do CRA-SP. “A sociedade está se tornando mais permeável e mais flexível. E as profissões são cada vez mais multidisciplinares. Fatiar as profissões é um reducionismo e uma simplificação que vai contra os interesses da própria sociedade. Na minha opinião, recortar um curso para ter uma determinada formação técnica e que só essa sirva para marketing é um retrocesso na formação do aluno. É uma desconexão com a realidade da sociedade e do mercado”, afirmou Gracioso, da ESPM. O grupo vai acompanhar o PLC e se aprofundar nele. Uma nova discussão deve ocorrer quando o texto caminhar no Senado. A tendência é que, se necessário um posicionamento conjunto, este seja pelo seu arquivamento. “Fiquei satisfeito com o resultado desse primeiro encontro, com o grupo representativo que reunimos, a qualidade das discussões e a tranquilidade de não sair desesperado para fazer A ou B. Não nos furtamos de discutir algo importante, mas não vamos sair tomando posição sem conhecer com maior profundidade o assunto que nos compete”, comentou Pastore. 12 9 de outubro de 2017 - jornal propmark

UM PRÊMIO QUE A ALMAP/BBDO NUNCA GANHOU. AGÊNCIA UM. AGÊNCIA DO ANO NO PRÊMIO COLUNISTAS NORTE/NORDESTE. 4 grand prix 11 ouros 10 pratas 7 bronzes agência do ano profissional do ano anunciante do ano filme do ano Acredite. Foi a nossa primeira participação e já batemos o recorde de medalhas do Colunistas Norte/Nordeste. E fomos a Agência do Ano também no Prêmio Pernambuco de Propaganda. Com trabalho e muita criatividade, estamos transformando um período de crise no melhor ano da nossa história. Crescendo, contratando, melhorando os resultados dos clientes e sendo reconhecida dentro e fora do Brasil. Mas tudo isso é só o começo de um novo tempo na Agência UM. Ano que vem tem mais. 4 campanhas finalistas no Lisbon International Advertising Festival, de Portugal Finalista no Cristal Festival, da França 9 peças nas duas edições da revista alemã Lürzer’s Archive, considerada a “bíblia” da publicidade mundial Grand Prix no Muse Creative Awards, do Canadá 4 trabalhos selecionados pelo site internacional Best Ads como campanha/destaque da semana AGÊNCIA A g ê n c i a d o A n o n o P r ê m i o P e r n a m b u c o d e P r o p a g a n d a A g ê n c i a d o A n o n o P r ê m i o C o l u n i s t a s N o r t e / N o r d e s t e

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.