Views
1 week ago

edição de 9 de julho de 2018

  • Text
  • Mercado
  • Marcas
  • Anos
  • Brasil
  • Julho
  • Ainda
  • Propmark
  • Jornal
  • Marketing
  • Campanha

AgênciAs Artplan se

AgênciAs Artplan se posiciona como hub que integra soluções de comunicação Executivo da empresa comemora consolidação da Artplan Now; em SP modelo de operação chama a atenção e impacta geração de negócios Alisson Fernández Com um pouco mais de 50 anos de atuação no mercado, a Artplan vem se reinventando a cada dia. As transformações da indústria da comunicação servem como combustível para que a agência continue trilhando caminhos inovadores. Mesmo com uma economia inquieta, os últimos anos foram de conquistas, com a chegada de novas contas e o reconhecimento do mercado. “A Artplan vem mantendo uma trajetória ascendente e consistente, resultado de um trabalho permanente que estamos fazendo. Especificamente dentro do pilar de prospecção e captação de novas contas, celebramos a chegada de clientes como Electrolux/América Latina; Óticas Carol; UOL; Rede Unno; e Grupo CRM, com Chocolates Brasil Cacau e Kopenhagen. A agência também ganhou concorrências de anunciantes que já estavam na casa, como Caixa, Niely e Dasa, e teve um bom desempenho no ranking divulgado pelo Kantar Ibope Media”, revela Rodolfo Medina, presidente da Artplan. Outro grande destaque foi a consolidação da Artplan Now, braço da agência que realiza a gestão de conteúdo em tempo real para os clientes. “Já contabilizamos quatro grandes cases neste primeiro semestre. Para a Estácio, desenvolvemos a estratégia de falar com potenciais alunos da universidade no período de divulgação dos resultados do Enem 2017. Em parceria com a Musicalize e Move Concerts, levamos para os canais digitais da plataforma todos os detalhes dos bastidores e as experiências da apresentação da Katy Perry. Estivemos presentes também no Feirão da Caixa e, agora, fechamos a edição do Rock in Rio Lisboa, onde também atuamos nesta produção intensa de Antonio Fadiga: “Acredito que estamos no caminho certo” conteúdos para seus diferentes canais”, diz Medina. Segundo o executivo, o maior capital da agência é o humano e a companhia vem atuando com dedicação na gestão de pessoas. “Queremos equipes diversas, que representem os mais variados públicos de consumidores. Esse cenário nos imprime um ritmo bastante desafiador e apaixonante. Acredito que essa velocidade, a inquietude e a abertura às novas ideias são os pontos que nos inspiram e nos desafiam dia a dia. Além disso, também participamos de muitos eventos do setor, e alguns fora dele também. Há cerca Divulgação “Nosso priNcipal desafio e foco é coNtiNuar eNtregaNdo um trabalho de excelêNcia aos clieNtes que já estão coNosco” de dois meses lançamos o processo de seleção às cegas (plataforma de recrutamento que seleciona funcionários sem ter conhecimento prévio de quem é o profissional), que nos coloca em um posicionamento à frente do mercado e nos torna, cada vez mais, uma agência que promove a diversidade e a representatividade”, afirma. TerrA dA gAroA No escritório da Artplan em São Paulo a situação não é diferente. Comandado por Antonio Fadiga, o modelo de agência com equipes próximas em diferentes áreas da operação, como branding, trade & shopper market, benchmark, inovações, analistas setoriais e equipe de campo, chama a atenção dos clientes e impacta diretamente na geração de negócios. “Hoje, adotamos o que chamamos de atitude ROI, método que coloca a Artplan como parceira do cliente na construção de toda a campanha, evitando o alto nível de refação e reduzindo custos, tanto para a agência quanto para o cliente”, afirma. Ele conta ainda que, no ano passado, criaram uma dupla inédita, cujo diretor de criação faz dupla com a diretora de conteúdo, o que, segundo Fadiga, aproxima os times e reforça as plataformas com storytelling de marcas, trazendo um resultado mais efetivo nas comunicações que criam. “Somado a isso, em um âmbito nacional, não posso deixar de citar um time inquieto e disposto a criar e executar novas ideias, transformando o modelo de entrega do nosso negócio. Prova disso são os produtos da Artplan como o Key, Now e Thinking Partners. Nosso principal desafio e foco é continuar entregando um trabalho de excelência aos clientes que já estão conosco. Acredito que estamos no caminho certo”, diz. 8 9 de julho de 2018 - jornal propmark

agências DM9DDB reestrutura criação e passa a ter apenas um VP na área Com a saída de Arício Fortes, Adriano Alarcon vai comandar o departamento, que conta com cinco diretores e um head de social Paulo Macedo Após seis meses do início da gestão dos copresidentes Paulo Coelho e Marcio Oliveira, a DM9DDB anuncia uma reestruturação estratégica em sua divisão de criação. Não é uma mudança radical de profissionais, mas uma busca por conexão efetiva com os caminhos futuros que a comunicação de marketing precisa estar alinhada. Segundo Coelho, o momento é muito importante para a consolidação de projetos de marcas como Itaú, Walmart, Johnson & Johnson, Veja, Kibon, BRF Institucional, Ambev, Drogarias Onofre, Perdigão e McDonald’s. A ideia dos gestores é buscar um crescimento nos anunciantes que já estão no portfólio da empresa antes de partir para a prospecção de novos clientes. A agência está concentrando no publicitário Adriano Alarcon o comando da criação, anunciado para a função há cerca de três meses. Ele será o único vice-presidente após a formalização da saída de Arício Fortes na semana passada, ele que atudou durante longo tempo como dupla de Coelho em agências como Africa, Ogilvy Brasil, DM9DDB e na Pereira & O’Dell, essa última nos Estados Unidos. Alarcon ficará subordinado diretamente a Coelho, Na primeira fila estão Coelho, Victorino e Alarcon; de pé Victor Sant’Anna, Bianchi, Ana Castelo Branco, Mariana Manso e Aaron Sutton mas terá cinco diretores atuando na equipe de criação: Aaron Sutton, Valdir Bianchi e Ana Castelo Branco, além dos novos contratados Gustavo Victorino e Vitor Sant’Anna. Completa o time a executiva Mariana Souza, head de social mídia. Maurício Nahas/Divulgação “O Alarcon é um cara moderno, que sempre teve uma carreira de sucesso no offline e nos últimos anos vem imprimindo um trabalho inovador no digital. Ele tem formação multidisciplinar, podendo atuar tanto como diretor de arte como diretor de cena. Sem falar na incansável busca pela excelência criativa e pelo acabamento impecável. Não existe ninguém mais completo que ele para fazer a DM9DDB ser uma agência ainda mais integrada, atual e competitiva.” justificou Coelho. jornal propmark - 9 de julho de 2018 9

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.