Views
9 months ago

edição de 8 de janeiro de 2018

  • Text
  • Mercado
  • Janeiro
  • Ainda
  • Marca
  • Propmark
  • Digital
  • Jornal
  • Marcas
  • Marketing
  • Economia

marcas JBS lança

marcas JBS lança discretamente marca para seus cortes premium de carnes 1953 chega ao varejo ainda este mês, sem grandes investimentos em publicidade; estratégia prevê apenas promoções e ações nos PDVs Claudia Penteado JBS lança, de maneira discreta, uma nova marca A para seus cortes premium chamada 1953, que chega às prateleiras do varejo ainda este mês. A empresa é a maior do mundo no segmento de proteína animal, com 234 unidades e cerca de 230 mil funcionários, além de atuar em 22 países e ter 50 marcas. Ainda assim, Renato Costa, presidente da JBS Carnes, alega que há espaço para uma nova marca premium, voltada para cortes oriundos de um blend de raças europeias. A nova marca envolve tecnologia avançada e 14 cortes com padronização e refile diferenciados: de baby beef e bombom de alcatra a coração de paleta e shoulder steak. Como o segmento de cervejas, o de carnes parece também estar se sofisticando e Renato Costa afirma que as carnes nobres têm ocupado espaço cada vez mais relevante na mesa dos brasileiros. O nome da nova marca é referência ao ano de fundação da JBS, e traduz, segundo Costa, a tradição na produção de carnes de qualidade com a mais alta tecnologia e processos de ponta aplicados em todas as fábricas. Também foi inspirada na marca 1855, comercializada pela Swift nos Estados Unidos, que é a principal de produto de valor agregado de carne bovina no mercado norte-americano, segundo o executivo. Ambas têm como referência o ano da fundação das empresas e trazem um “blend genético” de diversas raças. Com a chegada do novo produto, que ganhou a assinatura A Evolução do Paladar, a expectativa é que ela represente 30% do volume de vendas no segmento de carne premium bovina da JBS. Este mês, a companhia JBS dará início ao trabalho de promoção nos pontos de venda com lâminas comerciais, AJBS aposta no segmento premium com a nova marca 1953; empresa pretende alcançar 30% do volume de vendas nesse mercado “as carnes nobres têm ocupado espaço cada vez mais relevante na mesa dos brasileiros” folhetos de receita, wobbler e faixas de gôndola, além de ações de degustação e geladeiras personalizadas nas redes supermercadistas. A Lew’Lara/TBWA continua com a marca Friboi em seu portfólio, mas o trabalho para a 1953 foi feito internamente pelo departamento de marketing. Em 2017, a JBS enfrentou diversos desafios que colocaram em risco a reputação de suas marcas. A JBS chegou a ser um dos maiores anunciantes do país com as marcas Friboi e Seara. Em março do ano passado, tiveram início as investigações da Operação Carne Fraca, com foco na venda ilegal de carnes por frigoríficos. A JBS e a BRF foram as principais empresas citadas e investigadas sobre a “venda maquiada” de carnes e pagamento de propinas a fiscais sanitários. Na ocasião, a JBS negou irregularidades, mas as especulações se espalharam e nas redes sociais os memes e piadas se popularizaram. A Friboi passou a investir fortemente em publicidade, destacando sua qualidade como prioridade, e usou, por descuido, uma imagem de banco de imagens com uma carne vencida em 2013, em um filme que retirou rapidamente do ar, colocando outro no lugar, com nova cena. A campanha teve, como todas as anteriores da marca, a assinatura da Lew’Lara/TBWA. Anúncios com depoimentos de confiança de funcionários da JBS também foram veiculados, em um esforço para destacar a qualidade dos produtos da Friboi e da Seara. Em junho do ano passado, Fátima Bernardes e Tony Ramos deixaram de ser garotos- -propaganda, respectivamente, da Seara e da Friboi. As ações Divulgação da JBS oscilaram nas Bolsas de Valores. E, a partir de junho do ano passado, o mercado identificou o que parecia ser uma mudança de estratégia da JBS, no sentido de não enfatizar mais a marca Friboi tanto nos rótulos dos produtos quanto na comunicação. No segundo semestre de 2017, um escândalo chegou muito próximo da JBS: os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da holding J&F e da JBS, foram presos e firmaram um acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República. Os irmãos foram denunciados por uso indevido de informação privilegiada e manipulação do mercado financeiro. Depois disso, a holding vendeu alguns negócios, como a Vigor e a Alpargatas. Renato Costa nega que os acontecimentos do ano passado tenham afetado a reputação da empresa e afirma que não há desgaste da Friboi. Segundo ele, estudos realizados pela área de marketing da marca comprovaram sua liderança e o reconhecimento perante o consumidor. 38 8 de janeiro de 2018 - jornal propmark

arena do esporte Danúbia Paraizo danubia@propmark.com.br Fotos: Fernando Dantas/Gazeta Press e Divulgação Endorfina criativa Ostentação da macaca A Ponte Preta ficou sem título em 2017, mas, no que depender do quesito patrocínios, o time do interior paulista tem muito o que comemorar, além da renovação do contrato do goleiro Aranha (foto) até 2019. Segundo o mapa dos patrocinadores nos uniformes dos clubes da Série A do Campeonato Brasileiro 2017, divulgado pelo Ibope Repucom, a Macaca despontou como a que mais obteve patrocínios diferentes na temporada. Já a Caixa Econômica Federal foi a marca que mais estampou os uniformes como patrocinador máster, apoiando 15 dos 20 clubes que disputaram o torneio, totalizando presença em 39 propriedades diferentes, como frente e costas da camisa, calção, mangas etc. O levantamento revelou ainda que os clubes estamparam 87 marcas diferentes em seus uniformes. Destacam-se o setor financeiro, além de construção e acabamentos, imobiliário e telecomunicações, com Crefisa, Inter, MRV Engenharia, Algar e TIM, entre outros. Meu treino me motiva e me inspira. Muitas das minhas inovações saíram nesses momentos: entre alteres e meu saco de boxe! Exercícios dão força e disposição para enfrentar os desafios de quem empreende. Intercalo musculação, boxe e muaythay. Inspiração, resistência e resiliência”. Cris Arcangeli, empresária e shark tank. Nova safra Depois de Michael Phelps e o pequeno Boomer estrelarem campanha da nova linha de fraldas Huggies Little Swimmers, específica para ser usada na água, agora é a vez de um medalhista olímpico brasileiro da natação mostrar sua promessa para 2032. César Cielo e seu filho Thomaz (foto) são os protagonistas do novo filme assinado pela agência VML para a Kimberly-Clark. De forma descontraída, o atleta mostra como tem sido o “treinamento” do filho para as Olimpíadas de 2032. A linha Little Swimmers foi desenvolvida especialmente para uso em piscinas e mar, contando com uma tecnologia que não incha e não absorve água, deixando o bebê à vontade para brincar. Estilo radical Dando continuidade à proposta de promover a vida ao ar livre, Guaraná Antarctica acaba de anunciar o skatista brasileiro Bob Burnquist para seu time de atletas. A marca já apoia os surfistas Gabriel Medina e Samuel Pupo, além do atacante Gabriel Jesus e da seleção brasileira de futebol. Bob é campeão e ícone mundial em sua modalidade e, para marcar a parceria, visitou a cidade de Maués, no coração da Amazônia, para conhecer a matéria-prima do refrigerante e se integrar à proposta de valor da marca. jornal propmark - 8 de janeiro de 2018 39

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.