Views
4 months ago

edição de 7 de agosto de 2017

  • Text
  • Mercado
  • Agosto
  • Propmark
  • Jornal
  • Marketing
  • Melhor
  • Marca
  • Paulo
  • Brasil
  • Campanha

mercado Levantamento da

mercado Levantamento da Fenapro aponta otimismo no ritmo de negócios Pesquisa feita com 167 agências no país indica perspectiva de melhora para o acumulado do ano; Centro-Oeste registra a maior expectativa JÉSSICA OLIVEIRA segunda edição do Van A Pro (Visão de Ambiente de Negócios em Agência de Propaganda), indicador da atividade publicitária criado pela Fenapro (Federação Nacional das Agências de Propaganda), aponta uma perspectiva de melhora para o acumulado do ano, um aumento de concorrências e licitações públicas, além de otimismo no setor, especialmente na região Centro-Oeste. Realizada em julho, a pesquisa ouviu 167 agências de todo o Brasil sobre o desempenho do setor no segundo trimestre, para identificar tendências e acompanhar o desenvolvimento e as expectativas. De acordo com Glaucio Binder, presidente da Fenapro, o período de um trimestre é o usual para pesquisas voltadas à evolução da economia e a Van Pro está em linha com esse comportamento. “Há a oportunidade de comparar a evolução também em relação ao ano anterior. O mercado da propaganda é bastante sensível à movimentação econômica, daí a importância de fazer verificações trimestrais”, explica. meLhora Pouco mais de 40% das agências entrevistadas disseram que houve uma ligeira melhora nos negócios, em relação ao mesmo período de 2016. Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, o desempenho melhorou para 51%. Em relação ao restante de 2017, 43,3% das agências estão preocupadas com o desempenho do terceiro trimestre. No entanto, 58,23% delas estão otimistas nas projeções para o acumulado do período, esperando crescimento do investimento publicitário. Binder comenta que os resultados indicam que o efeito da “grande turbulência política” no se- Glaucio Binder explica que a grande turbulência política não gerou queda significativa de negócios nas agências gundo trimestre não gerou queda significativa nos negócios das agências. “Apesar da queda de otimismo no curto prazo, a maioria projeta uma melhora ao longo do ano de 2017”, diz. A Van Pro mostrou ainda que o Centro-Oeste é a região mais otimista quanto ao desempenho previsto no ano. 78,12% das agências projetam crescimento – sendo 100% delas no Mato Grosso do Sul; 87,5 %, no Mato Grosso; e 75% em Goiás. Os outros estados mais otimistas são Bahia e Santa Catarina, ambos com 71,43% das agências esperando crescer este ano. Pernambuco é o mais cauteloso, com apenas 36,36% otimista e 45,45% acreditando que deverá ficar igual. O levantamento também aponta que o número de concorrências e licitações cresceu no último semestre, em relação “O mercadO da prOpaganda é bastante sensível à mOvimentaçãO ecOnômica, daí a impOrtância de fazer verificações trimestrais” Divulgação a igual período do ano passado. O índice subiu de 43,15% no primeiro trimestre para 45,33% no segundo. O destaque novamente fica com o Centro-Oeste, puxado pelo Distrito Federal, em que 100% das agências registraram um maior número de concorrências e licitações no segundo trimestre, em comparação ao mesmo período de 2016. Em seguida ficou o Ceará, com 60%. Outro ponto importante da pesquisa é que o setor de serviços continua sendo o mais relevante dentro dos investimentos publicitários, seguido por comércio e setor público. “No setor público, o primeiro semestre é marcado por processos licitatórios. No privado, percebe-se uma tendência das empresas em rever contratos e buscar novas soluções para seus desafios de mercado.” 8 7 de agosto de 2017 - jornal propmark

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.