Views
2 months ago

edição de 7 de agosto de 2017

  • Text
  • Mercado
  • Agosto
  • Propmark
  • Jornal
  • Marketing
  • Melhor
  • Marca
  • Paulo
  • Brasil
  • Campanha

MÍDIA Alto Astral

MÍDIA Alto Astral investe em projetos especiais Área já recebe 50% da receita do faturamento comercial do grupo JÉSSICA OLIVEIRA AAstral Brand Lab, “caçula” do Grupo Alto Astral, já representa 50% da receita sobre faturamento comercial de publicidade na companhia. A empresa existe há 31 anos e atualmente está dividida em editora Alto Astral, Astral Cultural, Astral Digital e Astral Brand Lab, braço criado em março de 2016 em resposta ao mercado. A área atende principalmente a Astral Digital e a editora Alto Astral. As soluções da nova operação incluem a realização de eventos, sites, revistas customizadas, branded content e projetos especiais crossmedia. A unidade de negócios tem uma equipe de cinco pessoas de diferentes áreas. Atualmente, o grupo todo tem cerca de 250 colaboradores. “Em 2016, foram mais de 120 projetos sob demanda, neste ano já foram mais de 50. A Brand Marcas & Consumidores estreia nas telas de 29 terminais rodoviários em 11 estados Sob o comando do jornalista João Faria, conteúdo passa a ser exibido em out of home, dia 17, e trará informações sobre as ações dos anunciantes CLAudIA PEntEAdO Iniciado como programa na rádio Estadão e posteriormente ampliado para uma coluna no Destak, o Marcas & Consumidores, conduzido por João Faria, estreia na mídia OOH, chegando às telas de 29 terminais rodoviários brasileiros, via parceria com a Nextmídia. Para Faria, a expansão se explica porque as pessoas têm curiosidade em saber o que as empresas procuram fazer para se conectar com o consumidor e o caminho que percorrem até chegar a eles. A expansão do projeto para outras plataformas deve chegar aos cinemas. “Estamos avaliando o perfil mais atrativo para o público, mas já 28 7 de agosto de 2017 - jornal propmark Lab é uma plataforma nova e está em constante mudança e construção. Tem uma sinergia com marketing, comercial e várias áreas para parcerias”, afirma Samantha Pestana, gerente de publicidade do Grupo Alto Astral, que está à frente da nova operação. Atualmente os principais projetos da frente são os eventos Festival Todateen, com a Instax como parceira, e o Malu Super Mulher. O Festival Todateen é realizado há sete anos e mudou com a Brand Lab. O evento virou itinerante e está sendo realizado em anfiteatros e livrarias. Em 2017, o festival começou em junho, em Belo Horizonte (ainda vai passar por Salvador, em setembro, Porto Alegre, em outubro, e em São Paulo, em dezembro). O evento, que leva o nome da publicação, com tiragem de 40 mil exemplares por mês, reúne cerestá definido que vamos levar os executivos de marketing para contar, numa linguagem simples e direta, as ações com foco no público final”. Segundo o jornalista, que entrevista sempre executivos de marketing, também está “no forno” um canal de internet Marcas & Consumidores. “Agora chegou a vez da mídia OOH, a Nextmídia é o canal certo para esse passo. As telas vão trazer informações sobre o universo das marcas com imagens e textos diretos, informação com agilidade e notícias quentes. O formato permite inovar para contar ao público as novidades que chegarão ao PDV e as estratégias dos anunciantes”, diz Faria. Samantha Pestana, gerente de publicidade do Grupo Alto Astral ca de 300 pessoas, em sua maioria adolescentes que, acompanhados pelos pais, conversam com youtubers. Já em novembro, tem o Malu Super Mulher, realizado na capital paulista, com patrocínio do Carrefour. A rede de supermer- João Faria e Rubens Macari: parceria viabiliza ampliação do espaço do programa Divulgação cados utiliza seu lado têxtil para promover desfiles e produzir as mulheres participantes. Criado há seis anos com a marca da revista, que circula 110 mil exemplares por semana, o evento reconhece mulheres que superam obstáculos e são inspiradoras. Divulgação Rubens Macari, sócio-diretor da Nextmídia, conta que a parceria está sendo realizada em um “novo momento” da empresa, especializada em comunicação digital e estática nos terminais rodoviários e urbanos. “A TV Corporativa também vem tendo resultados bastante significativos. O Marcas & Consumidores, que estreia na Nextmídia no próximo dia 17, chega num momento de renovação”, conta o executivo.

míDia Discovery estreia Planeta Terra II com narração de Ricardo Boechat Canal apresenta a segunda temporada da série de documentários produzida pela BBC, que já conquistou quatro prêmios Emmy Alisson Fernández premiada série de documentários Planeta Terra, A da BBC, que transformou a forma de contar histórias naturais utilizando diferentes técnicas para registrar a vida selvagem de uma maneira profunda e emocionante, está de volta em seis novos episódios. A segunda temporada, prevista para estrear no último dia 6, será transmitida no Brasil pelo canal Discovery e contará com a narração em português do jornalista Ricardo Boechat. “Minha primeira experiência com dublagem foi no filme Zootopia, da Disney, em que fiz a voz do âncora do jornal. Tudo foi tão rápido e não me trouxe muita experiência, pois era algo muito parecido com o que já trabalho. Fazer a narração de documentário é diferente. Fiquei com receio da comparação com o narrador original (Sir David Attenborough), mas a produção da Discovery me deixou super à vontade para a construção de uma qualidade narrativa e dramática. Fiquei muito feliz em fazer parte do projeto, pois nunca tinha visto um documentário incorporar tanta tecnologia, ângulos e precisão de formas de aproximação. A qualidade me surpreendeu muito”, revela Ricardo Boechat. Dez anos depois da primeira temporada, a série, vencedora de quatro prêmios Emmy, desta vez mostra as particularidades da fauna e os mais diferentes ecossistemas do mundo. De mamíferos a insetos, das geleiras às florestas tropicais, os episódios, que possuem uma hora de duração, desvendam o mundo selvagem. Entre os destinos visitados, está o cerrado brasileiro, que apresentará a vida do tamanduá-bandeira. Já o último episódio da série vai trazer a adaptação das espécies aos crescentes espaços urbanos. O jornalista Ricardo Boechat, no estúdio em que fez a narração em português do documentário Planeta Terra ii “Fazer a narração de um documentário é diFerente. Fiquei com receio da comparação com o narrador original” Cauê Moreno/Divulgação “Uma das sacadas do documentário, que não havia visto em outros programas, é a forma com que ele mostra a natureza pela ótica da caça e não do caçador. Geralmente, vemos o predador impondo sua vontade no jogo da vida, mas, em Planeta Terra II, acompanhamos em muitos momentos a vitória do fraco sem artificialismos. A série capturou grandes momentos de redenção, vitória e adaptação. Não é um planeta dos predadores vitoriosos que estão no topo da cadeia alimentar, é um planeta Terra da diversidade pela sobrevivência”, afirma Boechat. Para Monica Pimentel, vice- -presidente de conteúdo da Discovery Networks Brasil, é um orgulho trazer para o canal um conteúdo de grande dimensão e qualidade. “É uma série que agrega tecnologia nunca vista antes e com uma trilha sonora incrível, que traz toda uma dramaticidade necessária para contar a história. Nós estamos consolidando uma meta de conseguir entregar o melhor conteúdo em termos de documentário, que é o core da Discovery”, afirma. Ainda segundo Monica, este não será o único programa que a Discovery vai transmitir em parceria com a BBC. “A Discovery América Latina fez um acordo com a BBC. É um pacote que nos dá prioridade nas aquisições de vários produtos. Há programas como Planeta Terra, Planeta Azul, Top Gear e What Not To Wear, enfim, vários outros produtos que vamos veicular durante o ano”, finaliza. jornal propmark - 7 de agosto de 2017 29

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.