Views
1 week ago

edição de 4 de dezembro de 2017

  • Text
  • Mercado
  • Propaganda
  • Brasil
  • Propmark
  • Marketing
  • Jornal
  • Dezembro
  • Nova
  • Ainda
  • Marcas

AreNA do esporte

AreNA do esporte Danúbia Paraizo danubia@propmark.com.br Novos rumos A Liga dos Campeões da UEFA acaba de ganhar novo reforço de patrocínio para as temporadas de 2018/2019 até a de 2020/2021. Reforçando o objetivo de apostar no esporte como modalidade estratégica, o Santander anunciou que apoiará o torneio europeu. Considerada uma das maiores audiências televisivas do mundo, com mais de 160 milhões de pessoas acompanhando a final, a competição também é engajadora na internet, com mais de 100 milhões de seguidores nas redes sociais. Na temporada 2016/2017, o Real Madrid (foto) levou a taça. O patrocínio chega para completar o portfólio de investimento do banco, que já apoia a Libertadores da América e a equipe Scuderia Ferrari para F-1 (até o fim do ano). gol eterNo Passado um ano desde o acidente aéreo da companhia LaMia, a Arena Condá, estádio da Chapecoense, receberá homenagem para eternizar a memória das 71 vítimas do desastre na Colômbia. Em breve, o espaço ganhará uma obra do artista Paulo Consentino, convidado pela marca Tintas Coral para a missão. Sob o conceito O Gol Eterno, a pintura, que já está em andamento em uma das entradas do estádio, terá uma surpresa para o radialista Rafael Henzel (foto), um dos sobreviventes do acidente. A peça representará o gol que poderia ter acontecido na final da competição, contra o Atlético Nacional. E para ampliar o trabalho que está sendo feito, a fabricante começou a veicular em suas redes sociais o videocase da ação. Em breve, o conteúdo completo do projeto estará disponível no canal do YouTube da marca. A campanha é assinada pela MullenLowe. ArANhA NegrA vive O lendário goleiro russo Lev Yashin, mais conhecido no Brasil como “Aranha Negra”, é o protagonista do pôster oficial da Copa do Mundo Fifa 2018. A peça (foto) foi criada pelo artista russo Igor Gurovich, que resgatou parte das conquistas do jogador. Yashin disputou quatro mundiais (1958, 1962, 1966 e 1970) e segue como único goleiro da história a ter ganhado o prêmio Bola de Ouro, um dos mais prestigiados do mundo. Já o designer Igor Gurovich é figura carimbada no mercado. Ele foi responsável pelo uniforme da Rússia nos Jogos Olímpicos de Inverno de Salt Lake City (2002). O pôster traz referências do Movimento Construtivista russo dos anos 1920. Os raios que saem da bola simbolizam a energia da competição, já o círculo verde representa os 12 estádios em 11 cidades onde acontecerão os 64 jogos do torneio. Fotos Divulgação endorfina criativa Para mim, natação é uma forma de entrega. Diferentemente dos outros momentos da vida, em que estou com outras pessoas, nela sou apenas eu e o mar tomando conta de tudo ao redor. No mar você não tem controle, a relação é outra. E são nestes momentos de entrega que meu pensamento vai longe, que tenho meus melhores insights. Nadando eu entendo até onde posso ir e é isso que me alimenta para todo o resto” Lia Dutra (à esquerda), gerente de marca Ambev, e Sabrina Moneta (à direita), amiga que a levou para nadar em alto-mar pela primeira vez 36 4 de dezembro de 2017 - jornal propmark

opinião Trajetória pela reputação bernie_photo/iStock Marcelo lyra Reputação é o grau de confiança, admiração e respeito dos públicos em relação a uma empresa ou instituição. Numa companhia abalada por uma crise, a recuperação da reputação exige o cumprimento de etapas, tendo como base inicial de planejamento o “estoque” de credibilidade de antes da crise. Esse é o caminho que trilhamos hoje na Odebrecht. Em duas recentes pesquisas – do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) e da Interbrand – a Odebrecht aparece como marca inovadora, dinâmica, forte e sustentável. Mesmo diante da maior crise de sua história, a empresa mantém atributos que a levaram a ser uma das maiores companhias brasileiras. Recebemos monitores independentes, profissionais que acompanham o cumprimento dos compromissos assumidos no Acordo de Leniência firmado com autoridades no Brasil e nos Estados Unidos. Eles têm livre acesso aos escritórios do grupo para analisar operações e contribuir na implantação das medidas de conformidade. O canal Linha de Ética foi aprimorado e a gestão é feita por uma empresa especializada e independente. Iniciou-se um programa de capacitação em conformidade para todos os integrantes. A comunicação da Odebrecht trabalha com base nessas mudanças na atuação da empresa. No primeiro momento, com a reputação do grupo abalada, priorizamos o diálogo com colaboradores, formadores de opinião e imprensa para sedimentar a percepção de que estamos fazendo o que precisa ser feito. Ao buscar soluções para o gerenciamento da crise, o primeiro olhar deve estar no impacto para os negócios e no abalo causado aos clientes e à sociedade. É o que dosa o remédio a ser aplicado e a intensidade da terapia. Na Odebrecht, o passo inicial do plano de reconstrução da reputação foi fazer o dever de casa. Reconhecer o erro, pedir desculpas e assumir o compromisso de agir com integridade. Comprometer e engajar lideranças e integrantes para que as transformações sejam incorporadas no dia a dia. Promover uma mudança que não seja meramente cosmética. O marco foi a divulgação do Compromisso com o Brasil, em março de 2016, quando a empresa reconheceu a necessidade de abandonar práticas contrárias à expectativa da sociedade. De lá para cá, trabalhamos na implantação de medidas de conformidade alinhadas a padrões internacionais. Criou-se o Conselho Global, grupo de personalidades reconhecidas por atuarem em organizações civis, acadêmicas e privadas para apoiar o desenvolvimento das empresas do grupo. “Estamos no comEço, mas posso assEgurar quE a odEbrEcht é uma nova EmprEsa” De forma aberta e transparente, apresentamos os avanços. Encerrada esta etapa, o foco será “o direito de existir”, visando o grande público. Serão trabalhados valores nunca abandonados pelos integrantes: excelência técnica, inovação e capacidade de formar bons profissionais. Paralelamente, a Odebrecht redefiniu a estratégia de gestão da marca: os seus negócios podem estudar mudanças nas marcas, em linha com necessidades específicas, como o interesse de novos sócios e investidores. Isso reflete a alteração no modelo de governança de todo o grupo. A holding permanecerá com a marca atual, em seu papel de orientação aos negócios através de políticas e manutenção da unidade cultural. Sabemos que a reconquista da confiança e a recuperação da reputação são um processo longo. Recobrar o direito de ser ouvido e de existir requer, antes de mais nada, que consigamos provar que as mudanças são concretas e não cosméticas. Os desafios são grandes e diários, os aprendizados também. Estamos no começo, mas posso assegurar que a Odebrecht é uma nova empresa. *Marcelo Lyra é responsável por comunicação e sustentabilidade da Odebrecht comunicacao.holding@odebrecht.com jornal propmark - 4 de dezembro de 2017 37

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.