Views
4 months ago

edição de 30 de janeiro de 2017

  • Text
  • Brasil
  • Janeiro
  • Mercado
  • Paulo
  • Jornal
  • Propmark
  • Marcas
  • Marketing
  • Anos
  • Ainda

AGênciAs Grey

AGênciAs Grey reorganiza comando da sua operação no mercado brasileiro Com a saída de Sergio Prandini, os vice-presidentes Rodrigo Jatene e Marcia Esteves foram conduzidos à liderança de gestão da marca do WPP PAulO MAcedO Com decisão estruturada desde de dezembro de 2016, mas só anunciada no último dia 26, o executivo Sergio Prandini deixou o comando executivo da agência Grey Brasil, uma das principais marcas da holding inglesa WPP, que integra o portfólio de marcas do Grupo Newcomm de Comunicação. Ele não terá um substituto para a posição. A partir de agora a gestão será dividida entre a vice-presidente de operações (COO) Marcia Esteves e o vice- -presidente de criação (CCO) Rodrigo Jatene. Prandini substituiu Walter Longo na agência há cerca de dois anos, quando voltou para Responsável pela criação, Rodrigo Jatene vai dividir comando com Marcia Esteves Africa apresenta novo diretor para integrar sua estrutura de criação Marco Martins, que estava na W+K, retorna à marca do ABC, onde atuou de 2006 a 2008, para trabalhar ao lado do copresidente Sérgio Gordilho Divulgação a posição de mentor de estratégia e inovação do grupo, agora como presidente da Abril. Prandini tem longa carreira no Newcomm, além de ter sido sócio da Long Play. A principal conta da Grey Brasil é a Procter & Gamble (Gillete e Pantene). A agência também atende o site Reclame Aqui, Volvo, Downy, Banco de Alimentos, Itambé e Danubio, por exemplo. Marcia e Rodrigo já dividiam a direção do negócio com Prandini. “O Prandini participou ativamente da nova fase de sucesso que estamos construindo na Grey Brasil. Só temos a agradecer e desejamos a ele muito sucesso nesta nova fase”, disse Marcos Quintela, presidente do Grupo Newcomm. BÁRBARA BARBOSA diretor de criação Marco Martins O acaba de ser contratado pela Africa e passa a integrar a equipe comandada por Sergio Gordilho, copresidente e CCO da agência. Essa é a segunda passagem do criativo pela empresa, em que atuou de 2006 a 2008. “Voltar à Africa 10 anos depois está sendo uma experiência muito gratificante. Encontrei uma agência que soube evoluir, acompanhando todas as mudanças na publicidade, mas ao mesmo tempo soube manter um dos aspectos mais interessantes da sua cultura: a capacidade e a vontade de realizar. É uma agência realizadora. E espero conseguir realizar muito nessa nova etapa”, comenta Martins. Com 16 anos de experiência em direção de arte, a trajetória profissional de Divulgação Com 16 anos na área, Martins atuou também na Fischer de Portugal Martins inclui uma passagem por Portugal, para onde se mudou em 2008, a convite da Fischer. Lá, ele permaneceu até 2010. De volta ao Brasil, trabalhou na Wieden+Kennedy São Paulo, tendo iniciado a sua trajetória em 2012. Na W+K foi promovido a diretor de criação com apenas seis meses de casa e permaneceu no cargo até 2016, antes de voltar para a Africa. O profissional acumula na bagagem diversos prêmios em festivais nacionais e internacionais, como Cannes Lions, Clio Awards, One Show, New York Festivals, FIAP, El Ojo, Art Directors Club Europe, CCSP e CCRJ. Em seu currículo, constam trabalhos para clientes como Coca-Cola, Nike, Subway, Heineken, P&G, Mitsubishi, Kia Motors, Philips, Parmalat, Itaú, Vivo, Vale, Folha de S.Paulo e Grendene, entre outros. 14 30 de janeiro de 2017 - jornal propmark

AgênciAS DDB incentiva desenvolvimento feminino com projeto global A redatora brasileira Carla Cancellara e outras 11 criativas da rede pelo mundo farão parte do The Phyllis Project, criado pelo CCO Amir Kassaei Claudia Penteado rede DDB lança uma iniciativa global que reconhece A a importância do papel da mulher na indústria da criatividade e a necessidade da igualdade de gênero entre os líderes criativos de hoje. The Phyllis Project homenageia Phyllis Robinson, a primeira líder feminina na rede DDB Wordlwide, e é liderado por Amir Kassaei, CCO da DDB. Foram escolhidas 12 mulheres criativas de diferentes escritórios da DDB ao redor do mundo, entre elas a redatora brasileira Carla Cancellara, da DM9DDB, para participarem, ao longo de dois anos, de um programa que oferece um plano de desenvolvimento individual para alavancar suas carreiras. Entre as ações de desenvolvimento estão, por exemplo, a participação de projetos globais, grandes eventos do setor e treinamentos. Carla chegou na DM9DDB há menos de um ano, e tem trabalhos premiados em Cannes, no The One Show e no D&AD. Ela será mentorada por um dos líderes do DDB Creative Council, conselho criativo do qual faz parte o vice-presidente da DM9DDB, Aricio Fortes. “É um prazer poder ajudar a formar novos líderes do mercado publicitário e ainda fazer a nossa parte colaborando com um projeto tão interessante da DDB, que em vez de somente falar sobre o assunto, resolveu tomar uma atitude concreta”, afirma Fortes. Carla afirma que o mundo corporativo está, cada vez mais, reconhecendo os benefícios da diversidade na liderança, e que The Phyllis Project vem como uma iniciativa extraordinária da DDB para mudar a atual disparidade no departamento de criação. “Estou muito feliz em participar desse projeto único no mundo, pois estarei cada O VP de criação da DM9DDB, Aricio Fortes; a redatora Carla Cancellara e a VP de RH da agência, Maria Eduarda Lomanto vez mais preparada para encarar grandes desafios, além de saber que meu trabalho e meu potencial são reconhecidos e a rede está investindo na minha carreira”, fala a redatora. Phyllis Robinson, que faleceu em 2010, foi a primeira redatora da empresa no fim dos anos 1940 e a primeira mulher redatora na história da publicidade americana. Se Bill Bernbach pode ser considerado o “pai” da publicidade moderna, Phyllis, certamente, pode entrar no posto de “mãe”. Ela quebrou todas as regras e abriu as portas para muitas mulheres que vieram depois dela. Assinou campanhas memoráveis para marcas como Ohrbach’s, Henry S. Levy and Sons (é seu o clássico conceito You don’t have to be Jewish to love Levy’s Real Jewish Rye), El Al Airlines e Polaroid. Também escreveu livros e criou letras de música para peças de teatro e canções para musicais. PuBliciS grouPe tem novo ceo Divulgação Marlçal Neto/Divulgação Arthur Sadoun (foto) foi escolhido para suceder Maurice Lévy como chairman e CEO do Publicis Groupe. A empresa concluiu que o grupo de comunicação é rico em talentos, não havendo a necessidade de procurar por um candidato externo. Em julho, Sadoun assume como chairman e CEO do Grupo, presidindo a diretoria. O comitê de nomeação sugeriu que Lévy continue como chairman e a proposta ainda será votada. jornal propmark - 30 de janeiro de 2017 15

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.