Views
4 months ago

edição de 30 de janeiro de 2017

  • Text
  • Brasil
  • Janeiro
  • Mercado
  • Paulo
  • Jornal
  • Propmark
  • Marcas
  • Marketing
  • Anos
  • Ainda

meRCaDo Dream Factory

meRCaDo Dream Factory vence concorrência para Carnaval de Rua do RJ e de SP Cerveja Skol patrocina festas na capital paulista, enquanto Antarctica, Olla e Caixa investem na folia da capital fluminense Rovena Rosa/Agência Brasil/Divulgação Bloco Tarado ni Você, de São Paulo, faz homenagem a Caetano Veloso e reúne foliões na esquina da Avenida São João com a Avenida Ipiranga Danúbia Paraizo Secretaria Municipal de A Cultura de São Paulo divulgou no Diário Oficial do último dia 25 o resultado do chamamento público para a organização do Carnaval de Rua da cidade. A Dream Factory venceu a concorrência e será responsável pelo planejamento de infraestrutura e segurança do evento. A empresa organiza a atração desde 2015 na cidade e terá a Skol como patrocinador oficial. O valor da proposta foi de R$ 15 milhões. A empresa também ganhou a concorrência na cidade do Rio de Janeiro pelo oitavo ano consecutivo. Antarctica, Caixa e Olla serão os patrocinadores da festa. As comemorações na capital fluminense vão de de 4 de fevereiro a 5 de março, e, se- gundo estimativa da Riotur, os desfiles dos 451 blocos deverão atrair 1,1 milhão de brasileiros e estrangeiros. Na capital paulista, o evento será de 17 de fevereiro a 5 de março, e receberá três milhões de pessoas, além de 495 blocos, segundo a SPTour. Na edição 2016, a cidade recebeu em torno de dois milhões de pessoas e 306 blocos. “A expertise conquistada aqui no Rio de Janeiro nesses oito carnavais foi exportada para São Paulo, onde desde 2015 também organizamos o Carnaval de Rua e, em breve, levaremos este bem-sucedido modelo de parceria para outras regiões do Brasil”, destacou Duda Magalhães, diretor-geral da Dream Factory. A disputa para o Carnaval de Rua em São Paulo foi acirrada e definida no último dia 24, quando a comissão avaliadora da Secretaria Municipal de Cultura analisou o último recurso das empresas envolvidas e deu parecer favorável à Dream Factory. A SRCom, organizadora da abertura dos Jogos Olímpicos no Rio, também estava na concorrência. A empresa tem parceria com a Heineken para o patrocínio e apresentou proposta de R$ 8 milhões à Prefeitura. A empresa teve sua candidatura questionada pela Dream Factory, que pediu a sua impugnação pela ausência de documentação. Como previsto no edital, divulgado em agosto do ano passado, as proponentes deveriam provar experiência, capacidade técnica e operacional na organização de grandes eventos e documentação comprobatória de capacidade econômico-financeira, entre outros requisitos. Seriam analisados também critérios como o valor financeiro da proposta, as vantagens à administração pública e a qualidade técnica da proposta. As agências interessadas deveriam detalhar ainda quais seriam as suas ações de infraestrutura, segurança e trânsito, bem como quais marcas financiariam o projeto, garantindo que o serviço fosse entregue. A vencedora também vai ser responsável por organizar os blocos e monitorar a presença dos vendedores ambulantes, além de providenciar ambulâncias e banheiros químicos. Após análise da comissão da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, a SRCom ganhou o direito de seguir na concorrência, mas a Dream Factory venceu. 12 30 de janeiro de 2017 - jornal propmark

MercaDo Super Bowl chega à 51ª edição sem Doritos e com Mercedes de volta Anunciantes disputam a atenção da audiência durante um dos maiores eventos televisivos do mundo; Lady Gaga comanda o show do intervalo BÁRBARA BARBOSA No próximo dia 5, será realizado um dos eventos mais tradicionais e aguardados do mundo, o Super Bowl, que este ano chega à sua 51ª edição. Mais que ser a partida final da NFL (National Football League), o evento é uma oportunidade para as marcas mostrarem toda sua criatividade para uma das maiores audiências da TV global. A partida será entre o New England Patriots e o Atlanta Falcons, no NRG Stadium, em Houston, e traz novidades para os intervalos comerciais. Uma das mudanças mais comentadas é a saída de Doritos, que após dez anos consecutivos anunciando no Super Bowl deixa a atração. Já a Mercedes-Benz volta a anunciar, depois de ter ficado de fora no ano passado. Outros anunciantes tradicionais, como Skittles e Pepsi, que este ano deve focar em sua nova marca de água, a Lifewtr, permanecem no jogo. No caso de Skittles, este é o terceiro ano consecutivo de participação no evento. A marca já divulgou o comercial para a ocasião, que tem assinatura da adam&eveDDB. O filme mostra um garoto jogando as famosas balas na janela da namorada, a fim de acordá-la. Na cena seguinte, a jovem aparece sentada de frente para a janela onde as balinhas estão sendo atiradas, de boca aberta, comendo todas – assim como seus familiares, que aparecem para dividir a “munição” do garoto. Já no caso da Mercedes, a aposta é alta: o filme tem direção dos irmãos Coen, Joel e Ethan, que pela primeira vez assinam uma peça para o Super Bowl – eles são famosos, entre outros trabalhos, pelos longa Onde os Fracos Não Têm Vez”, vencedor de quatro Oscar em 2008, incluindo o de Melhor Filme. Cena do filme que Mercedes-Benz transmitirá no Super Bowl deste ano: direção do comercial é dos irmãos Coen A Skittles repete a parceria com o evento pelo terceiro ano consecutivo e aposta no bom humor para conquistar a audiência atraçõeS Este ano, a apresentação principal do Show do Intervalo será da cantora Lady Gaga. O espetáculo já teve nomes como Coldplay, Beyoncé, Bruno Mars e Katy Perry, entre outros. Outro momento esperado da noite é a entrevista com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para o Fox News, Fotos: Divulgação que deve anteceder a exibição do jogo. O republicano confirmou que, a exemplo do que fazia Barack Obama, participará da conversa com Bill O’Reilly na prévia da partida. jornal propmark - 30 de janeiro de 2017 13

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.