Views
4 months ago

edição de 29 de maio de 2017

  • Text
  • Anos
  • Paulo
  • Marcas
  • Empresas
  • Jornal
  • Propmark
  • Brasil
  • Marketing
  • Maio
  • Mercado

Mercado Maior

Mercado Maior desafio para as produtoras são as condições de pagamento Pesquisa apresentada no Whext, realizado em São Paulo, também mostrou que prazo para recebimento cresceu nos últimos anos Cristiane Marsola Os maiores desafios da publicidade audiovisual são as condições de pagamento (72%), o atraso no pagamento (51%) e as demandas do cliente (42%), de acordo como Estudo de impactos de prazos de pagamento no setor de produção audiovisual, apresentado no Whext, evento que reuniu profissionais ligados à produção audiovisual publicitária, em São Paulo, na semana passada, com realização da Apro (Associação Brasileira de Produção de Obras Audiovisuais) A pesquisa também mostrou que 61% das produtoras ouvidas já recusaram trabalho devido às condições de pagamento. De acordo com a pesquisa, que foi realizada entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2017, com 100 dirigentes de produtoras e 100 contratantes de agências de publicidade, outro problema apontado é que o prazo para recebimento aumentou nos últimos anos, de acordo com 71% dos entrevistados. O maior efeito negativo provocado pelo longo prazo no pagamento dos contratos, de acordo com os respondentes, é a necessidade de financiar os custos da produção (62%). As agências abordadas no estudo informaram que a principal razão para aumentar o prazo de pagamento é melhorar o fluxo de caixa (17%). Para as agências, o maior desafio do mercado é o prazo curto para execução do trabalho (31%). PrêMio Durante a primeira edição do festival da Apro também foi lançado o prêmio Whext, que será realizado pela primeira vez em 2018, ainda sem data e local definidos. “A publicidade brasileira tem sido muito reconhecida lá fora, mas qual espaço nossas equipes de produção têm nesses Paulo Schmidt: prêmio Whext, lançado no festival, tem objetivo de reconhecer profissionais da produção “Há um certo incômodo para saber aonde estamos indo. tanto que o tema é Tudo sobre produção publiciTária. aTé que Tudo mude” festivais? Geralmente as benesses ficam com as agências, mas é raro hoje em dia um roteiro andar sem que o diretor possa interferir. Por isso o Whext Professional premia a equipe”, diz Paulo Schmidt, presidente do conselho da Apro. No Whext Professional, podem concorrer profissionais responsáveis por obras audiovisuais publicitárias com veiculação entre 1º de junho 2017 e 30 de agosto de 2018. São dez categorias: Direção, Produção Executiva, Assistente de Direção, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Direção de Produção, Produção de Elenco, Produção de Figurino, Montagem e Finalização. O prêmio Whext Director, que será uma etapa do D&AD, tem a intenção de reconhecer novos talentos da direção. Os profissionais que possuem até dois anos de experiência na Alê Oliveira função, independentemente da idade, podem disputar. Os três finalistas serão automaticamente inscritos no Next Director Award, do D&AD Festival. O nome do Whext foi inspirado na pergunta “what is next?” (e agora?, na tradução livre). “Há um certo incômodo para saber aonde estamos indo. Tanto que o tema é Tudo sobre produção publicitária. Até que tudo mude. É geral: produtoras, agências, anunciantes, veículos... Mas não estamos tão engessados. Nós já estamos trabalhando com conteúdo”, conta Schmidt. De acordo com o executivo, um dos objetivos é fazer o mercado ver as produtoras como parceiros. “Até então nós éramos vistos como fornecedor. Esta é a razão pela qual levantamos este evento: para colocar um holofote na produção”, fala. 16 29 de maio de 2017 - jornal propmark

MErcado ESPM e Jornal Record News debatem em SP o presente e o futuro da mídia Heródoto Barbeiro, apresentador do jornalístico, comandou o talk show, que contou com a presença dos comentaristas do programa Danúbia Paraizo Para comemorar os seis anos no ar do Jornal Record News, o jornalista e âncora da atração, Heródoto Barbeiro, recebeu comentaristas do jornalístico para o talk show Mídia: Presente e futuro. O evento foi realizado semana passada, na ESPM, em São Paulo, e contou com a presença de Nirlando Beirão, Ricardo Kotscho e Richard Rytenband. Eles discutiram o momento em que vive a mídia e o seu futuro. Também participaram do bate-papo Ailton Mineiro Nasser, diretor da emissora, e Dalton Pastore, presidente da ESPM. “Tudo está mudando, mas no olho do furacão está a comunicação. Em qualquer lugar, jorra-se notícia. No táxi, no elevador. Imagine o desafio de fazer um telejornal às 21h para pessoas que já sabem pratica- Heródoto Barbeiro, âncora do jornalístico, recebeu convidados para debate na ESPM mente o hardnews do dia”, destacou Barbeiro. Para o jornalista, a estratégia foi pensar num Alê Oliveira formato em que a audiência pudesse formar a própria opinião sobre os assuntos que influen- ciam seu cotidiano. “Criamos então um telejornal que explica as coisas de maneira didática e simples. Que diabo é acordo de leniência? Nossa ideia é chamar alguém que saiba traduzir isso. Estamos saindo daquela velha história de que a imprensa é formadora de opinião. Queremos que a audiência crie espírito crítico”. Prestes a completar dez anos no ar, em setembro, a Record News é o único canal exclusivamente de notícias em TV aberta. Segundo Nasser, esse peso e responsabilidade também colaboram para a produção de um produto com as características do jornalístico. “O Jornal Record News tem conseguido ser bastante plural e, para isso, é preciso ter uma estrutura robusta. Não é fácil porque os meios de comunicação estão sofrendo, assim como todos os setores da economia”. A ELEMIDIA MEXE COM A CABEÇA DE 22 MILHÕES DE PESSOAS POR SEMANA. Dados de pesquisa Elemidia realizada pelo Datafolha em 2016 Quantitativa | Edifícios Comerciais | 416 entrevistas | São Paulo 96% de índice de atenção 94% consideram um meio moderno e inovador São mais de 15 mil telas posicionadas nos principais prédios comerciais, residenciais e shoppings, mexendo com os consumidores e com os resultados da sua campanha. elemidia.com.br Mexe com a sua cabeça jornal propmark - 29 de maio de 2017 17

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.