Views
4 months ago

edição de 25 de janeiro de 2016

  • Text
  • Paulo
  • Cidade
  • Janeiro
  • Propmark
  • Jornal
  • Marca
  • Anos
  • Brasil
  • Campanha
  • Marketing

IdeIas

IdeIas Fotos: Divulgação Floripa abriga elefantes coloridos Mostra com mais de 80 peças vai até abril; licor Amarula é patrocinador AnA PAulA Jung As ruas de Florianópolis (SC) estão sendo tomadas por simpáticos elefantes coloridos. As esculturas estão mudando a paisagem urbana e impactando diretamente quase 2 milhões de pessoas que passam pela cidade nesta época do ano. É a Elephant Parade Floripa, considerada uma das maiores exposições a céu aberto, que está sendo realizada pela primeira vez na América Latina. Criadas por artistas locais e internacionais, as esculturas ficarão expostas até abril e, ao final da ação, vão ser colocadas à venda em um leilão beneficente. Parte do valor arrecadado será dividido entre projetos de preservação de elefantes, ONGs envolvidas com a causa e os artistas que assinam as obras. A marca de licor Amarula, que traz um elefante no rótulo, é a patrocinadora master da mostra e escolheu artistas para assinar nove elefantes. “O tema elefante tem uma relação muito próxima com o DNA de nossa marca”, conta Livia Fantini, gerente da Amarula no Brasil. “Por meio da Elephant Parade, podemos trabalhar este símbolo de forma artística e contemporânea, mostrando para as pessoas um olhar mais descontraído sobre um tema importante, como a preservação das espécies e do meio ambiente”, acrescenta. A marca vai patrocinar nove dos 80 elefantes espalhados pela capital catarinense. É a primeira vez que a marca faz parceria com a exposição. “Tem grande potencial para ser uma parceria de sucesso. Hoje estamos trabalhando com foco total na edição de Florianópolis. Depois nós poderemos estender para outras cidades”, adianta Livia. Os elefantes dos artistas selecionados pela Amarula compõem a segunda fase da mostra, que vai para as ruas em fevereiro. Assinam as peças Paulo Govêa, Rodrigo Rizo, Pedro Driin, Bruno Alvares, Albertina Prates, Luciano Martins, Lucas Milk, Maramgoní e a dupla Isabela Teixeira e Bruno Barbi. Com criação livre, os artistas convidados vão interpretar as fascinantes lendas que envolvem a árvore marula, também conhecida como a árvore dos elefantes. Segundo Giovane Pasa, diretor da Labbo e da Pasa Eventos, agência responsável pela mostra no Brasil, a exposição contará com mais de 80 esculturas de elefantes customizadas por diversos artistas. “Começamos com a projeção para 35 elefantes e já conseguimos patrocínio para mais de 80. O patrocinador pode escolher projetos vinculados à marca e cada artista desenvolve o seu estilo e faz a sua interpretação do briefing”, conta. A Elephant Parade já passou por 15 localidades, entre elas Holanda, Bélgica, Alemanha, Londres, Estados Unidos, Hong Kong e Singapura. Já foram Mais de 80 peças estão espalhadas pela capital catarinense na Elephant Parade Floripa; a exposição tem patrocínio master da Amarula e será realizada até abril customizadas 1.250 esculturas para as exposições. “Como é uma exposição em espaço aberto, muda a paisagem urbana. Para o patrocinador, é legal porque tem uma exposição longa de três meses de marketing direto. Também tem o ganho institucional porque está fomentando cultura e gerando recursos para filantropia, para causas ambientais. Por isso tudo, estes eventos dão tão certo”, opina Pasa. 42 25 de janeiro de 2016 - jornal propmark

ideias Divulgação Colchão-pet desenvolvido no Brasil ganha repercussão internacional Solução para abrigar com conforto os queridinhos pets foi criada por acaso pela Colchão Inteligente Produto inovador com design da Colchão Inteligente chama a atenção de donos de bichinhos de estimação AnA PAulA Jung Colchão Inteligente, empresa gaúcha de Campo A Bom, ganhou notoriedade internacional por um lançamento inédito: uma cama especial que tem um nicho para cães ou gatos. Mais de 30 países já divulgaram a novidade, desde que a socialite americana Paris Hilton, que é apaixonada por cães, postou no seu perfil no Facebook que queria uma cama com lugar para o mascote. A ideia surgiu por acaso. Como o colchão é ortopédico, o produto é feito sob medida para cada pessoa. Numa das encomendas, o cliente pediu espaço para seu cão. A empresa percebeu que o produto teria mercado e expôs um protótipo na Casa Cor de Porto Alegre. A partir daí, ganhou o mundo. De acordo o diretor-executivo da empresa, Filipe Guterson Machado, a cama-pet pode ser removida para higienização a qualquer momento pelo próprio cliente. O interior dela é feito em MDF, que pode ser limpo com um pano úmido. As laterais são revestidas de courino, para uma melhor higienização. O produto já está sendo exportado para alguns países, como Emirados Árabes, Estados Unidos, Portugal, Canadá, México, Uruguai, Argentina, Nicaraguá e Panamá. A empresa é familiar e foi fundada em 1988. Desde o início, investiram na fabricação de colchão ortopédico que, segundo os proprietários, resolve inclusive problemas de coluna. “O preço de um box-pet, com o colhão sob medida, gira em torno de R$ 7 mil. As variações são “Quem tem animal de estimação considera o bichinho como parte da família. dessa forma, nada melhor do Que dar todo o conforto merecido ao mascote da casa” o frete e o tamanho da cama”, informa Machado. Além da cama-pet, o cliente ainda pode acrescentar no colchão outros itens, como som, minikooler, luzes, cofre, massagem e até adega de vinho. “Quem tem um animal de estimação considera o bichinho como parte da família. Dessa forma, nada melhor do que dar todo o conforto merecido ao mascote da casa. Mas o que realmente importa é que o colchão é inédito e ortopédico. Realmente ele é muito bom. Quem sofre com dores na coluna deveria ter em casa”, aconselha Pedro Enio Schneider, sócio-fundador da NewPs Propaganda e Marketing, a agência de publicidade mais antiga do Rio Grande do Sul, que opera há 52 anos e tem a conta da Colchões Inteligentes. jornal propmark - 25 de janeiro de 2016 43

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.