Views
4 months ago

edição de 24 de abril de 2017

  • Text
  • Jornal
  • Digital
  • Propmark
  • Brasil
  • Abril
  • Paulo
  • Lions
  • Mercado
  • Empresa
  • Ainda

mercado Divulgação

mercado Divulgação Novos desejos de moradia orientam a propaganda do setor imobiliário Websérie Cidade-se, da Gafisa, está na sua segunda temporada e discute questões como compartilhamento, mobilidade e novas configurações de moradia das cidades do futuro Construtoras e sites de ofertas unem forças com marcas para orientar os consumidores antes, durante e após a compra ou o aluguel de imóveis Danúbia Paraizo Passada quase uma década desde o boom imobiliário de 2009, o Brasil agora vive nova onda de transformações que têm mudado a forma com que o consumidor se relaciona com questões ligadas à moradia. Se, para os boomers e a geração X, o sonho da casa própria ainda é prioridade, para os millennials, mobilidade e compartilhamento são igualmente importantes na hora de escolher o lar doce lar. Essas e outras discussões passam a integrar as estratégias de comunicação do mercado imobiliário. Para promover debate sobre essas mudanças, a Gafisa, por exemplo, já prepara a segunda temporada da websérie Cidade-se, prevista para este semestre. Os vídeos abordarão as novas configurações de famílias e como devem ser pensadas as habitações para receber núcleos que fogem ao modelo tra- dicional. André Chagas, gerente de marketing institucional da empresa, explica que a proposta é promover debates sobre cidades do futuro e, de quebra, se inserir com relevância na vida dos potenciais clientes. “Já há algum tempo a gente notou que as gerações Y e Z têm mudado seu comportamento de consumo, privilegiando questões de mobilidade e flexibilidade. Uber e Waze são apenas alguns exemplos disso”, destaca o executivo. “Analisar esse comportamento é importante, porque, no nosso negócio, vamos comprar um terreno e, até desenvolver o projeto, colocar na rua e lançar, muito tempo se passou. Para me manter competitivo, eu tenho de pensar à frente”. Para o reposicionamento da marca, mais focado nas novas gerações, a empresa tem apostado em conteúdo nas redes sociais, como a série Cidade-se, “A trAnsAção imobiliáriA é chAtA e complicAdA, sAbemos que A pessoA ficA um pouco perdidA nA burocrAciA. então, temos umA equipe de conteúdo própriA, com cAnAis específicos com dicAs” veiculada desde o ano passado no YouTube e também em salas de cinema do Rio e São Paulo. Outra estratégia é a de pegar carona na reputação de marcas mais jovens, como Heineken, Red Bull e Lay’s, para criar relacionamento. Um dia antes da mudança, por exemplo, a empresa envia para o cliente uma caixa com Red Bull, além de uma mensagem explicando que o dia será puxado e o energético dará uma força. “No dia seguinte, o cliente recebe um voucher das pizzarias Gigio ou Braz, porque entendemos que muita coisa ainda está empacotada e ele não teria tempo de preparar uma refeição. E, por fim, uma semana após a mudança, outra caixa chega à residência, com batatas Lay’s. A mensagem agora é lembrá-lo de que, com as coisas mais organizadas, já é possível receber os amigos”, explica o executivo. 14 24 de abril de 2017 - jornal propmark

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.