Views
4 months ago

edição de 21 de agosto de 2017

  • Text
  • Marcas
  • Marca
  • Mercado
  • Marketing
  • Anos
  • Agosto
  • Propmark
  • Empresa
  • Paulo
  • Jornal

we mkt aluxum/iStock

we mkt aluxum/iStock Gaiolas de ouro “Liberdade de voar num horizonte qualquer, liberdade de pousar onde o coração quiser”. Cecília Meireles Francisco alberto Madia de souza Gianni Morandi ergueu a guitarra e mandou ver: “C’era um ragazzo che come me amava i Beatles e i Rolling Stones...” e terminava, cantando: “Nel petto un cuore più non há. Ma due medaglie o tre tatatatatatatatatata...”. Já comentei sobre eles aqui. Talvez, de forma extemporânea, também, como o ragazzo de Morandi, amassem os Beatles e os Rolling Stones. Mas tudo o que queriam, mesmo, era fabricar uma cerveja artesanal de excepcional qualidade. E assim caminhava a vida. Vitórias, derrotas, descobertas, percalços, tudo dentro da normalidade das pequenas empresas e de empreendedores que decidiram viajar nos próprios sonhos. Corta para 2017. Agora são diretores da Ambev! Que merda! Venderam os sonhos. Não resistiram. Tiago e José Felipe Carneiro – Wäls – e Marcelo Carneiro – Colorado. O Carneiro no sobrenome é mera coincidência. Ou, quem sabe, o “critério” que a megacorporação adota – na falta de outro melhor – para escolher os protagonistas de uma história a ser fabricada sobre outra que fora contada e interrompida. E aí, a PEGN foi entrevistar agora, pouco mais de dois anos depois, os adquiridos, comprados ou vendidos. Marcelo Carneiro, 57 anos, Colorado: “O que mudou após a venda?”. Marcelo: “Não perdemos nenhum funcionário importante nem tivemos de fazer demissões. Já na parte do maquinário é tudo mais moderno..., mas a melhor mudança é que eu não tenho mais de me preocupar em pagar as contas do mês...”. Tiago Carneiro, 34 anos, Wäls: “Qual o seu papel atualmente?”. Tiago: “A AB In- Bev, controladora da Ambev, criou uma área global de novos negócios chamada Disruptive Growth Organization. Fomos a primeira empresa do mundo a fazer parte dela. Eu e meu irmão ocupamos oficialmente cargos de diretoria dentro dessa área. O relacionamento com os demais funcionários é muito menos traumático do que eu imaginava. Temos autonomia para tomar decisões. Essa condição foi discutida ainda durante as negociações...”. Perceberam, esqueceram-se do produto. Nem mesmo se lembram mais dos dias e noites acordados em busca de uma marca. Os Carneiro agora vivem na gaiola. Quem sabe, talvez, de ouro. Podem cantar e voar o quanto desejarem e quiserem, desde que dentro da gaiola. Quando os concorrentes eram/são de peso e descomunais, a AB InBev ia/vai lá e compra. Lembra Anheuser-Busch, a dona da Budweiser, 2008. Lembra Sabmiller, 2016. E quem mais se colocar pelo caminho. Passarinho pequeno, que eventualmente possa incomodar no futuro, castra- -se ou desidratam-se as asas, se possível, no berçário. Para tomar conta desse berçário, a Ambev criou uma diretoria. A de cervejas especiais. Segundo o diretor-responsável pela área, os clientes querem novos tipos de cerveja, novos estilos e produtos mais artesanais... é um negócio que vem crescendo muito mais do que a gente imaginava...”. Tudo, eu disse tudo, que o trio de ouro ou três mosqueteiros tentaram fazer do zero deu com os burros n’água. Fracasso descomunal. São absolutamente incapazes de construir o que quer que seja. Mas, pegar pronto e multiplicar, detonando dezenas de anos de branding, é a especialidade deles. Nisso são campeões. Jorge, Marcelo e Beto. Depois? Depois quem vier na sequência que cuide e resolva. Se você é empreendedor e tem Carneiro no sobrenome, acautele-se. Os caçadores estão de olho e no pedaço. Francisco Alberto Madia de Souza é consultor de marketing famadia@madiamm.com.br 54 21 de agosto de 2017 - jornal propmark

PrêMios Executiva da Pepsico irá comandar o júri do Festival of Media Latam A edição deste ano da competição será realizada entre os dias 29 e 31 de outubro, em Miami, e tem outros brasileiros entre os seus jurados aniela Cachich, vice-presidente de marketing da Pep- D sico Brasil Foods, vai presidir o júri do Festival of Media Latam 2017, que será realizado entre 29 e 31 de outubro, no hotel Turnberry Isle, em Miami. É a primeira vez que uma brasileira representando o próprio país preside o júri. Em 2015, Fernando Machado, head global de marketing do Burger King, estava à frente dos jurados, mas como representante global da marca. A premiação ainda conta com outros jurados brasileiros para esta edição: Claudia Colaferro, CEO da Dentsu Aegis para a América Latina; Roberto Gnypek, vice-presidente de marketing do McDonald’s; Celio Ashcar Jr, chairman da Daniela Cachich é a presidente do júri do Festival of Media Latam 2017 Fiap incentiva novos anunciantes com concurso e palestras sobre comunicação Disputa acontecerá durante dia dedicado à Inovação e conta com julgamento do brasileiro Eco Moliterno, CCO da Accenture Interactive Alê Oliveira Ampro (Associação de Marketing Promocional) e sócio da Aktuellmix; Carlinha Gagliardi, diretora de canais de engajamento da BETC/Havas; e Rafael Amorim, diretor de mídia, conteúdo e inovação da Talent Marcel. A cerimônia de entrega de prêmios ocorre em 30 de outubro. O anúncio do shortlist está previsto para 21 de setembro. As categorias são divididas em quatro pilares: Media, Content, Technology e Insight. Durante dois dias, o Festival of Media Latam é palco de debates, apresentações e seminários com temas relacionados à comunicação, como fake news, mídia programática, realidade virtual e o embate entre TV paga e TV aberta. Para incentivar os novos anunciantes, o Fiap (Festival Ibero Americano de la Publicidad) vai realizar um concurso para empreendedores e startups no segundo dia do festival, dedicado à Inovação. As inscrições para a disputa podem ser feitas até esta quinta-feira (24). O júri é composto por Fernando Vega Olmos, Juan Carlos Gomez de la Torre e José Del Rio, além do brasileiro Eco Moliterno, CCO da Accenture Interactive. Antes do julgamento, os executivos vão palestrar para mais de 100 startups e empreendedores. Após as apresentações, 12 participantes terão cinco minutos para apresentar seus projetos aos jurados. Os três ganhadores vão receber como prêmio espaço para divulgar sua primeira campanha de comunicação no digital e no rádio e todos os que participarem da apresentação terão orien- Eco Moliterno, da Accenture Interactive Alê Oliveira tação de uma agência por um ano. O festival, que será realizado de 3 a 6 de setembro em Buenos Aires, na Argentina, está dividido em quatro grandes áreas neste ano: Formatos (F), Inovação (I), Anúncios (A) e Produção (P). As inscrições foram prorrogadas até esta terça-feira (22). O novo prazo é uma resposta ao pedido de diversas agências, anunciantes, mídia, produtoras e criativos da indústria ibero-americana. Uma das novidades deste ano é que o júri vai entregar um documento ao final do evento para que as ideias levantadas durante o festival sirvam de norte a agências, instituições governamentais, associações e universidades. O objetivo do relatório é mostrar o momento atual da publicidade da região e indicativos de para onde ela deve caminhar. jornal propmark - 21 de agosto de 2017 55

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.