Views
4 months ago

edição de 21 de agosto de 2017

  • Text
  • Marcas
  • Marca
  • Mercado
  • Marketing
  • Anos
  • Agosto
  • Propmark
  • Empresa
  • Paulo
  • Jornal

Marcas Natura

Marcas Natura destaca mulheres guerreiras em campanha para suas fragrâncias Novo filme criado pela DPZ&T para a empresa traz a voz inconfundível da cantora Elza Soares, interpretando a canção Mulher do Fim do Mundo Claudia Penteado Natura personificou a força da mulher brasileira A na voz inconfundível de uma reconhecidamente guerreira, Elza Soares. A cantora interpreta, no novo comercial dos perfumes da Natura, a canção Mulher do Fim do Mundo e vai protagonizar alguns vídeos no meio digital falando sobre empoderamento feminino. A criação da DPZ&T faz parte da nova fase da campanha dedicada a divulgar o posicionamento A Casa de Perfumaria do Brasil, iniciada em março deste ano. Na mídia impressa, uma modelo negra é destaque em anúncios, bem como no mobiliário urbano, associada às formas orgânicas de pedras preciosas do Brasil. A intenção é, ao mostrar mulheres guerreiras, colocar em evidência os perfumes de notas olfativas mais fortes e mais sofisticados da Natura, como Una e Ilía. Denise Coutinho, diretora de perfumaria da Natura, afirma que a área é uma categoria muito relevante para a empresa e sempre foi desenvolvida tendo como inspiração e território a brasilidade. De acordo com a executiva, a perfumaria cresceu acima do mercado total, ao todo 14,6% no primeiro semestre. Nos últimos anos, a empresa vem crescendo em outros países, como Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru, além de ter também presença nos Estados Unidos e na França. A intenção é usar o atual conceito para reunir e diferenciar os perfumes da marca globalmente. Provocativa, a campanha traz o conceito Descubra as notas mais fortes, poderosas e ousadas da Casa de Perfumaria do Brasil. “Quanto mais próximo das nossas raízes, quanto mais lo- Os anúncios para mídia impressa e para mobiliário urbano trazem modelos negras que são associadas a pedras preciosas cal a marca for, mais consegue se diferenciar da concorrência e se internacionalizar. E o retorno que temos dos consumidores é que de fato a perfumaria da Natura é diferente, única, tem um jeito próprio de fazer perfumes”, comenta Denise. No segundo semestre, o novo posicionamento será lançado na América Latina, e a executiva fala que ainda estuda com a agência como a adaptação será feita para os países vizinhos. A escolha de Elza Soares para protagonizar o novo comercial veio do desejo de não usar uma mulher estereotipada para representar força e poder. A cantora é uma guerreira, vencedora e admirada por sua história. A presença dela ainda permitiu ter a música brasileira como fio con- “Quanto mais próximo das nossas raízes, Quanto mais local a marca for, mais consegue se diferenciar da concorrência” Fotos: Divulgação dutor da campanha. Denise Gallo, diretora de criação da agência, afirma que a campanha dá um passo além, sai da linguagem mais contemplativa para um viés mais sensorial, além de provocar uma reflexão sobre o feminino e a força da mulher. “Quisemos fazer uma homenagem à força da mulher. A Elza representa tudo isso e ainda transcende gerações. Essa perspectiva fortalece a mensagem porque nos damos conta de que empoderamento feminino, embora esteja sendo mais falado, existe há muito tempo. A força da mulher está aí desde sempre”, afirma a criativa. Segundo ela, a música tem sido uma aliada importante no processo de consolidação do conceito A Casa de Perfumaria do Brasil. 50 21 de agosto de 2017 - jornal propmark

MarCaS Suplicy Cafés se reposiciona para atingir novas formas de consumo Empresa ainda ganha três sócios e inaugura sua flagship, em São Paulo Divulgação/Rodrigo Zorzi Danúbia Paraizo Quando Marco Suplicy criou a marca de cafés especiais que leva seu sobrenome, há quase 15 anos, o segmento era praticamente inexistente no Brasil. Tomar a tradicional bebida estava mais restrito ao consumo em casa ou no máximo no balcão da padaria, mas o cenário estava prestes a mudar. Nos últimos anos, a exemplo do que ocorreu com os chocolates e cervejas, o café artesanal ganhou destaque e investimentos de novas marcas, aumentando a concorrência no mercado. Para não perder espaço e relevância, a Suplicy Cafés está se reposicionando, trazendo novos sócios ao negócio. Entram para o time, ao lado do fundador, Laly Mansur, Felipe Braga e Bruna Caselato com objetivo de renovar a experiência de tomar um bom café. Para solidificar o conceito, a marca acaba de inaugurar sua flagship na Avenida Juscelino Kubitschek, em São Paulo, já com cardápio reformulado e novas apostas, como o nitro café, bebida extraída a frio que já é tendência na Europa e Estados Unidos. “Estudamos o mercado, entendemos o movimento que é realizado no exterior e como explorar os cafés que são parecidos com o que trouxemos, com novidades tanto C nos métodos quanto no ambiente e acompanhamentos”, explica Bruna Caselato, M que assumiu também o cargo de diretora de Y marketing. “Desenhamos uma tese nova: a CM marca tem carinho, sempre imprimiu uma MY boa qualidade, é muito procurada para boas parcerias, como temos com a Latam Linhas CY Aéreas, mas estava tímida, precisava atualizar sua imagem”. CMY K Com três lojas próprias e 14 franquias no Brasil e no exterior, a Suplicy Cafés pretende dar um grande salto no negócio. Até 2020 a expectativa é chegar a 50 franquias. “A gente ainda está engatinhando no mercado de café artesanal no Brasil. Nosso objetivo é mostrar para o consumidor que ele pode ter uma experiência nova, que ele aprenda a diferença entre as opções, processos de qualidade, origem, certificação. Que ele saiba sentir tudo isso na xícara. Um dos movimentos é o de educação da categoria. Mostrar o que é café especial e como ele pode estar na sua mesa, seja em casa, no caminho ou escritório”, diz Bruna. O fundador da empresa, Marco Suplicy, e seus novos sócios, Laly Mansur, Felipe Braga e Bruna Caselato AS EMPRESAS SE DEPARAM HOJE COM O MAIS COMPLEXO CENÁRIO PARA MARCAS JAMAIS VISTO. Participe do Branding@ABA SP. Venha ver as principais tendências do branding, suas transformações e o futuro das marcas. Local: Auditório ESPM Campus JT Rua Joaquim Távora,1240 - Vila Mariana, São Paulo PATROCÍNIO OURO REVISTA PATROCÍNIO PRATA PARCEIROS DE MÍDIA APOIO 23 de agosto PATROCÍNIO BRONZE jornal propmark - 21 de agosto de 2017 51

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.