Views
2 months ago

edição de 20 de fevereiro de 2017

  • Text
  • Marca
  • Fevereiro
  • Propmark
  • Jornal
  • Brasil
  • Anos
  • Marcas
  • Paulo
  • Mercado
  • Tudo

CannEs

CannEs 2017 Festival revela presidentes de júris do Lions Health e Creative Effectiveness Diretora da McCann vai liderar trabalhos em Health & Wellness e sócio da Serviceplan, em Pharma; CMO do Airbnb avaliará efetividade das peças organização da 64ª edição A do Festival Internacional de Criatividade, que será realizado em Cannes entre os dias 17 e 24 de junho, revelou na semana passada os presidentes de júri das competições Health & Wellness e Pharma, que fazem parte do festival Lions Health. June Laffey, diretora-executiva de criação da McCann Health, na Austrália e Ásia, vai presidir o júri de Pharma Lions, enquanto Mike Rogers, sócio criativo da Serviceplan Health & Life, será o presidente do júri de Health & Wellness. Health & Wellness “celebra” a criatividade de comunicação para ações focadas no bem- -estar pessoal e as estratégias para aproximar o consumidor dos serviços de tratamento de saúde e de outros produtos que não precisam de receita médicas. Já Pharma Lions, tecnicamente mais complicada, também “celebra” a comunicação em torno de laboratórios e serviços farmacêuticos, uma indústria altamente regulamentada em sua área de produção e divulgação. No ano passado, o Brasil ganhou um Leão de prata em Health & Wellness, que foi conquistado pela F.biz. Já em Pharma, o país conquistou quatro prêmios, um de ouro, dois de prata e um de bronze. O Lions Health é um dos quatro festivais da programação do Cannes Lions e será realizado em 17 e 18 de junho. O CMO do Airbnb, Jonathan Mildenhall: avaliar as mudanças culturais e os resultados dos negócios Fotos: Divulgação CrEativE EFFECtivEnEss O Cannes Lions também anunciou o presidente de júri de Creative Effectiveness. O escolhido é o CMO do Airbnb, Jonathan Mildenhall. O executivo trabalhou tanto em agências como anunciantes, tendo iniciado sua carreira na McCann- -Erickson, em 1990, e passado pela Coca-Cola. June Laffey é diretora-executiva de criação da McCann Health “Eu trabalhei com o Cannes Lions por mais de duas décadas e me sinto privilegiado de retornar este ano como o presidente de Creative Effectiveness. Vamos trabalhar para não apenas mensurar o impacto da criatividade, mas também para avaliar as mudanças culturais e os resultados dos negócios. Eu acredito que nossa indústria está se tornando mais inclusiva, mas temos de continuar Mike Rogers é sócio criativo da Serviceplan Health & Life trabalhando para isso acontecer”. Uma novidade este ano é que o festival criou subcategorias para a competição. Agora haverá subcategorias para campanhas locais e globais, programas de marca de longo prazo e criatividade para o bem. Por último, uma nova subcategoria, chamada de eficácia de marketing criativo. 42 20 de fevereiro de 2017 - jornal propmark

cannes 2017 Young Lions chega à 23ª edição e unifica as categorias criativas Competição terá ainda shortlist das 50 melhores pastas; ano passado, festival aumentou a idade máxima dos participantes, de 28 para 30 anos Claudia Penteado Na ficha técnica de oito em cada dez Leões conquistados pelo Brasil no Cannes Lions consta o nome de um Young Lion, título de quem teve a oportunidade de estrear no festival participando de um seleto grupo de jovens profissionais que não foi à França a passeio. A história mostra que praticamente 100% dos Youngs encontram seu lugar ao sol na carreira. Alguns exemplos são Luiz Sanches (AlmapBBDO), Ricardo Chester (AlmapBBDO) e Fernando Campos (Santa Clara). O Brasil lidera o ranking do Young Lions com 16 prêmios – depois vêm a Itália, com 11, e o Canadá, com dez –, segundo conta Emmanuel Publio Dias, que coordena a competição no país. Ele começou a organizar o evento em 1995, em parceria com a Editora Referência e O Estado de S.Paulo, que representa o festival no Brasil. Publio Dias conta que se impressionou com a delegação de jovens holandeses, ingleses e franceses inscritos no festival de 1994 na categoria Young Creatives. No ano seguinte, conseguiu o apoio da TV Globo, da Editora Abril e da DM9DDB para levar 11 Youngs e, desde 2000, não há um ano sem que um jovem brasileiro esteja presente em algum dos júris de Cannes. “Gosto de falar que o Young não é um prêmio. Tanto que evitamos qualquer referência aos ‘vencedores’ ou ‘ganhadores’, da passagem e da inscrição no festival. Na verdade o profissional se torna um Young, distinção que vai levar e ser reconhecida em toda a sua carreira”, comenta. Hoje já são 408 Youngs no mercado. Na edição deste ano, cujas inscrições estão abertas até o próximo dia 17 de março, houve algumas mudanças importantes: as categorias criati- Publio Dias: “Gosto de falar que o Young não é um prêmio, por isso evitamos fazer referência aos ‘vencedores’” “O prOfissiOnal se tOrna um YOung, distinçãO que vai levar e ser recOnhecida em tOda a sua carreira” vas (Cyber, Film, Print e Design) foram reunidas numa só, intitulada Criação. Os candidatos dessa categoria poderão colocar os trabalhos que desejarem no portfólio que será analisado inicialmente por um júri de ex-Youngs, à procura das 50 melhores pastas. Depois da votação online dessa shortlist, um novo júri apontará a delegação e aí sim escolherá que Young tem mais afinidade com que categoria criativa. As demais categorias (Atendimento, Mídia, Anunciante, Planejamento e PR) permanecem, seguindo as orientações do próprio festival. No ano passado, Cannes decidiu aumentar a idade máxima dos Youngs, de 28 anos para 30. O Brasil é frequentemente citado como exemplo de excelência na organização do Young Lions, segundo Emmanuel, que Alê Oliveira avisa que no segundo semestre, logo após o Cannes Lions, criará a comunidade Young Brazil, um programa permanente de excelência, network e internacionalização para alavancar a carreira de jovens profissionais. Este ano, a divulgação do Young Lions conta com campanha criada pela Talent Marcel, cuja equipe criativa conta com um Young: Marcelo Almeida, mais conhecido como Droopy. “O Young Lions sempre foi um marco nas nossas vidas, ainda mais englobando diversas áreas e não só criação. E está num momento e tanto: será transformado numa plataforma contínua. Não é à toa que já temos pronta a próxima fase para ir ao ar logo depois dessa campanha de inscrições 2017”, disse Droopy, diretor de criação da Talent Marcel. A delegação brasileira de Young Lions será definida até abril. jornal propmark - 20 de fevereiro de 2017 43

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.