Views
4 months ago

edição de 18 de janeiro de 2016

  • Text
  • Brasil
  • Janeiro
  • Anos
  • Mercado
  • Propmark
  • Marca
  • Jornal
  • Mundo
  • Sempre
  • Clientes

agênCias Horizon FCB

agênCias Horizon FCB Dubai contrata dois criativos brasileiros Rodrigo Nakaza, diretor de arte sênior, e Sidney Araujo, diretor de criação, são os novos talentos que migram para o exterior. Eles estavam na Neogama AnA PAulA Jung FCB Dubai contratou dois A criativos brasileiros para a Horizon FCB Dubai: Rodrigo Nakaza, diretor de arte sênior, e Sidney Araujo, diretor de criação. De acordo com Rondon Fernandes, executive creative director da FCB Dubai, eles vão atender contas como Nivea, Skywards Emirates, Citi, Oreo e Heinz. “Estamos completando nosso time com os melhores criativos que pudemos contratar. Além deles, trouxemos antes um português e um egípcio que já trabalhava em Dubai. Isso é comum, todo mundo é de fora. Na nossa criação tem gente da França, Síria, Índia, Canadá, Brasil, Palestina, África do Sul e Egito”, conta Fernandes. Esta é a primeira experiência internacional de ambos, que estavam na Neogama- BBH. Para o diretor de arte, Rodrigo Nakaza, será uma excelente oportunidade. “Além do talento brasileiro de Rondon, ele já acumula uma grande experiência no mercado local. Uma ótima combinação para fazer um trabalho criativo e eficiente”, diz. Nakaza passou por agências como Y&R, Ogilvy e, por último, NeogamaBBH. Já trabalhou com marcas como Renault, Colgate, Tim, Vivo, Claro, Johnnie Walker, Levi’s, Nivea, Bradesco, Samsung, Hellmann’s e Mentos. Com 24 anos de carreira, o diretor de criação, Sidney Araujo, afirma que sempre quis fazer uma carreira internacional, mas faltava chance interessante. “As oportunidades que surgiram não me fascinaram tanto. Até a ligação Rodrigo Nakaza, diretor de arte sênior, que muda para a Horizon do Rondon. Dubai, combina o melhor de vários mundos. O lugar é incrível, o Fernandes tem um ótimo critério, é criativo e inovador. Fazer parte do time da Horizon FCB Dubai, sob o seu comando, vai ser um update na minha carreira. Estou muito feliz”, diz Araujo, que trabalhou em importantes agências do Brasil como Y&R, F/Nazca S&S, Giovanni+DraftFCB, Peralta Strawberry Frog, Publicis Brasil e NeogamaBBH. Já conquistou diversos prêmios, como nove Leões no Festival de Cannes e 21 estatuetas no Clio Awards. O criativo também lançou, no Brasil, o livro Um toque de direção de arte. Os brasileiros costumam fazer sucesso em Dubai. Na opinião de Fernandes é por- Sidney Araujo, novo diretor de criação da FCB Dubai “Nós, brasileiros, somos muito bem vistos em Dubai porque, para o bem ou para o mal, a graNDe competitiviDaDe que existe No mercaDo brasileiro prepara o criativo” Fotos: Divulgação que eles chegam preparados para resolver bem e de forma rápida os desafios, já que atuam num mercado que é muito competitivo. “Nós, brasileiros, somos muito bem-vistos em Dubai porque, para o bem ou para o mal, a grande competitividade que existe no mercado brasileiro, especialmente em São Paulo, prepara o criativo para resolver bem e rápido coisas que em outras partes do mundo leva-se tempo. É por isso que o diretor de arte brasileiro, por exemplo, é vários em um só: tem ideia, faz tudo com ótimo craft, rápido e com volume. E isso é muito valorizado aqui”. A Horizon/FCB é o resultado da fusão da agência local Horizon com a rede internacional FCB. 40 18 de janeiro de 2016 - jornal propmark

agênCias Divulgação Ogilvy traz Claudio Lima para liderar área criativa Divulgação Carlos Schleder e Adriano Alarcon farão parte da equipe comandada pelo VP Aricio Fortes DM9DDB contrata dupla de criação Adriano Alarcon e Carlos Schleder, que juntos somam 26 Leões de Cannes, trabalhavam na FCB Brasil Vinícius noVaes DM9DDB contratou dois diretores de criação. Adriano A Alarcon e Carlos Schleder, ex- -diretores de criação da FCB, formam a nova dupla de diretores de criação da equipe comandada pelo vice-presidente Aricio Fortes. Carlos Schleder é redator e tem mais de 15 anos de experiência como profissional de criação. Trabalhou em algumas das maiores agências do país, como DPZ, Leo Burnett, Neogama/ BBH e Talent. Tem 11 Leões em Cannes, Estrelas de ouro, prata e bronze no Festival do CCSP, além de prêmios em diversos festivais internacionais, como One Show, Clio e Fiap. Já atendeu clientes como SKY, Club Social, Fiat, Santander, P&G, Nestlé e Alpargatas. Já Adriano Alarcon, diretor de arte, iniciou sua carreira como fotógrafo, mas logo op- tou pelo mercado publicitário. Entre as marcas que atendeu estão contas globais como GM, Volkswagen, Toyota, Audi, Peugeot, Honda Motos, Thiumph, Pepsi, Adams, Nestlé, Claro, Mizuno e Sky. Ele tem passagens pela AlmapBBDO, F/Nazca Saatchi & Saatchi, McCann e TBWA\Chiat\Day em Los Angeles. Possui 15 Leões em seu currículo, além de prêmios como D&AD, One Show e Clio. Alarcon retorna à agência e esse covimento, segundo ele, vem em um momento bastante importante da carreira. “Já trabalhei com o Aricio na própria DM9 e, depois de passar por outras agências, é muito bom ser convidado para fazer parte dessa nova fase da DM9DDB”, afirma. O cliente é, para o diretor de arte, o grande foco desse novo momento. “A previsão é de um ano difícil e o grande desafio é conseguir fortalecer o cliente. Na crise, a comuni- cação é fundamental, pois o consumidor escolhe marcas consistentes e nosso trabalho é exatamente esse”, revela. Já Carlos Schelder afirmou que está com a “expectativa em alta”. “Estamos vindo para a DM9 com o desafio proposto do Aricio de contribuir e trabalhar junto com a equipe para aumentar o sarrafo. Vamos trabalhar muito para surpreender clientes e mercado”, diz. Ele contou ainda outro desafio que terá. “Há outro desafio com o resto do time, que é colocar a DM9 no lugar em que ela merece estar – tanto nos festival como na criação de campanhas históricas”, afirma. Aricio Fortes disse que tanto Schelder como Alarcon representam uma nova geração de profissionais. “Eles fazem parte de uma nova geração dederes criativos, que têm um trabalho muito consistente tanto nacional como internacional”, destaca. Claudio Lima, que volta ao Brasil Ogilvy Brasil começou 2016 A com um reforço. Claudio Lima é novo vice-presidente nacional de criação da agência. Ele retorna ao Brasil para trabalhar na empresa em que começou como estagiário em 1999 e também atuou entre 2008 e 2012. Redator de formação, ele era, até então, CCP na Y&R/Bravo Miami, uma das maiores e mais importantes agências da América Latina e mercado hispânico nos Estados Unidos. “Trata-se de um profissional que se identifica com a cultura da Ogilvy, conhece bem a agência e muitos dos nossos clientes e, além disso, conta com uma experiência internacional bastante valiosa no nosso dia a dia”, diz Fernando Musa, CEO da Ogilvy & Mather Brasil. Na Y&R/Bravo Miami, ele teve a oportunidade de trabalhar para marcas como Fedex, Dell, Coca-Cola e Unilever. Além disso, ajudou a agência a conquistar seus primeiros Leões no Festival de Cannes. Também sob a liderança de Lima, a agência venceu concorrências expressivas para companhias como Mazda, Coca-Cola, Bauducco e Revlon. “Estou superfeliz de voltar a trabalhar na Ogilvy e no Brasil. Da última vez, eu comecei na Ogilvy só um ano depois de a parceria Musa e Anselmo ter iniciado e vi como todo mundo remou para o mesmo lado e fez a Ogilvy virar uma das melhores agências do mundo”. jornal propmark - 18 de janeiro de 2016 41

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.