Views
4 months ago

edição de 18 de janeiro de 2016

  • Text
  • Brasil
  • Janeiro
  • Anos
  • Mercado
  • Propmark
  • Marca
  • Jornal
  • Mundo
  • Sempre
  • Clientes

maRcas Fotos:

maRcas Fotos: Divulgação A Praça das Energias, no centro do Rio de Janeiro, tem projeto concebido e desenvolvido pela agência de tecnologia e design de inovação YDreams Brasil; ao todo, são seis atrações que ensinam de forma lúdica sobre energia Light oferece espaço educativo no centro do Rio Praça das Energias, no centro da cidade, foi criada pela YDreams e tem atrações que demonstram conceito de transformação de energia Claudia Penteado Com a convicção de que a diversão pode ser um importante aliado em qualquer processo de aprendizagem, a Light inaugurou, na semana passada, a Praça das Energias, no centro do Rio de Janeiro, um projeto concebido e desenvolvido pela agência de tecnologia e design de inovação YDreams Brasil. As seis atrações que compõem o espaço educativo pertencente ao Museu Light da Energia têm como objetivo ajudar o visitante a compreender os conceitos de transformação de energia de forma lúdica e interativa. Escolas da rede pública e privada poderão agendar visitas guiadas à Praça das Energias, que também ficará aberta ao público em horários de visita espontânea. As atrações apresentam diferentes abordagens de energia: química, solar, eólica, motora e sonora. Karina Israel, diretora-executiva da YDreams Brasil, explica que a agência procurou recriar o atual espaço do museu com situações comuns de consumo e transformação de energia no dia a dia e apresentá-las de forma lúdica. Essa experiência tecnológica permite que os visitantes possam ter um conhecimento prévio sobre os processos de transformação da energia antes de entrar no museu, que tem como tema central a energia elétrica. “A energia elétrica parece até mágica. Basta apertar um botão e lá vem ela, imediatamente. Tão rápida que a gente nem percebe. Por isso é tão importante criar um espaço lúdico e interativo para conscientizar as pessoas de sua importância e incentivar o combate aos desperdícios”, explica Estela Alves, especialista em marketing do Museu Light da Energia. 26 18 de janeiro de 2016 - jornal propmark

maRcaS Rede Subway promove concorrência para verba anual de R$ 100 milhões Foram convidadas para o processo seletivo Wieden+Kennedy, Grey Brasil, Mullen Lowe, atual coordenadora do negócio, e Dentsu Brasil Paulo Macedo A marca Subway está promovendo concorrência. As agências que estão participando do processo seletivo pela preferência da rede de lanchonetes Subway para administrar sua verba anual de R$ 100 milhões, sem os descontos negociados com os veículos de comunicação, são Mullen Lowe, atual gestora de publicidade da marca, Grey Brasil, Dentsu Brasil e Wieden+Kennedy. A definição do novo fornecedor está sendo coordenada pela equipe de marketing do anunciante e com participação da presidente da empresa, a executiva Suzanne Greco. Em franca expansão no mercado internacional e brasileiro, a Subway, cujo foco mercadológico se baseia em preço, saúde, sabor e customização de sanduíches e saladas, além de produzir cookies, atende diariamente uma média de seis milhões de consumidores nos 44,2 mil pontos de venda em 110 países. No Brasil, são 1.928 restaurantes em 500 cidades. Um dos elementos de prospecção de novos clientes é a campanha Compre um. Ganhe outro, na qual o cliente que compra um sanduíche (de 15cm ou 30cm) pode saborear outro igual. Com 30% de expansão e plano de crescimento, a rede vem investindo principalmente nas regiões Norte e Nordeste, onde já ostenta cerca de 450 unidades. “Há um grande potencial de expansão no nordeste do país. A Subway está investindo para que a rede mantenha o crescimento acelerado nessas regiões, Divulgação pois acredita que há muitos pontos adequados para a instalação de novas franquias da marca”, comentou Frederico Pereira, agente de desenvolvimento da rede no Norte e no Nordeste. A rede foi fundada nos Estados Unidos em 1965 e até hoje pertence ao seu criador, Fred DeLuca. A primeira unidade fora dos Estados Unidos foi na ilha de Bahrain, em Foco mercadológico do anunciante, que chegou ao Brasil em 1994, se baseia em quatro pontos essenciais: preço, saúde, sabor e customização de sanduíches e saladas 1984. “A partir daí, o conceito se expandiu pelo mundo, com restaurantes que oferecem cardápio principal, com ingredientes que mudam de acordo com as variações culturais de cada lugar, dando ao cliente o conforto de saber que encontrará seu sanduíche preferido independentemente do lugar. A chegada ao Brasil ocorreu em 1994”, detalha comunicado da empresa. cuRtaS Apesar da sabedoria popular sustentar que são necessárias décadas de trabalho duro para fazer uma empresa ser respeitada em seu setor, o ranking Top 10 da YouGov BrandIndex apresenta uma constatação que conflita com esse pensamento: sete das empresas da lista têm menos de 20 anos, algumas menos de dez. O estudo, que avalia ano a ano aproximadamente 1.400 marcas com presença nos Estados Unidos a partir da opinião de consumidores, mostra que as líderes são empresas com características que juntam mídia e tecnologia. As três primeiras marcas mais respeitadas dos Estados Unidos no ranking, por exemplo, estão nas mãos de Amazon, Netflix e YouTube, três jovens marcas seguidas na quarta posição pelo Google, que apesar de ser mais velho ainda não chegou a completar 20 anos. O grupo de mídia Vice e a Nike fecharam parceria e lançam no Brasil o canal Vice Sports, que vai criar produzir e distribuir conteúdo proprietário voltado para o uni- verso dos esportes com o selo Vice. O conteúdo estará disponível no site oficial da Vice. “O conteúdo de Vice Sports não será guiado pelos resultados e estatísticas. Aqui, os telespectadores e leitores terão acesso a histórias do esporte e seus personagens que vão além dos campos”, diz Fernanda Negrini, diretora de conteúdo da Vice Brasil. jornal propmark - 18 de janeiro de 2016 27

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.