Views
2 months ago

edição de 14 de março de 2016

  • Text
  • Mercado
  • Brasil
  • Jornal
  • Propmark
  • Marcas
  • Marketing
  • Digital
  • Marca
  • Campanha
  • Empresa

inovAção Tim UR

inovAção Tim UR /Shutterstock O pêssego dá nome a um dos aplicativos com potencial para ser uma rede social mais bem-humorada, mistura de Facebook com 9Gag Peach e Lemonade chamam a atenção em Austin Apps no SxSW, que começou semana passada, têm nomes ligados a frutas e prometem novos formas de compartilhamento e de negócios RODRIGO ARNAUT E HENRIQUE PRADO* Especial para o PROPMARK SxSW 2016 começou no último dia 10 e Austin, para O variar, ferve de novidades. Entre elas, vários apps que, como os já consagrados Twitter e Foursquare fizeram em edições passadas, querem se tornar a próxima tendência. Os maiores destaques recaem em mídias sociais, compartilhamento, varejo e de conexões IoT (Internet das coisas). Até aí, nada de novo. A questão mesmo está nas novas formas de compartilhamento e modelos de negócios. Um deles, chamado Peachm, tem tudo para ser uma enorme mídia social. Compartilha de tudo - vídeos, GIFs, fotos etc. - usando um sistema de procura in app muito eficiente e rápido. Mas aí vem a questão: qual o diferencial comparado a um Twitter ou Facebook? Para descobrir mais a fundo, nossa equipe da EraTransmídia fez testes. O Peach possui design bem minimalista e mais pessoal. Temos a nossa página de perfil e outra página mostrando post de outras pessoas, onde o intercalar entre páginas se dá por um switch muito esperto que separa o privado do social. Logo no início, o app oferece um pequeno tutorial focado na criação dos posts e na engine de busca, uma ferramenta prática que propicia a criação de associações e ironias com enorme facilidade. O resultado é uma mídia social mais pessoal e bem-humorada, como uma fusão de Facebook com 9Gag. Uma tendência forte, surgida recentemente, é a de um movimento de transcender a cultura de texting e introduzir outras formas de expressão, tal como os apps Roger e Tribes, aplicativos de mensagens dedeo que funcionam de maneira bastante similar ao WhatsApp. No entanto, o destaque mais merecido talvez seja para o Anchor, um aplicativo de clipes de áudio de até dois minutos. A ideia é criar discussões em fórum, quando alguém sobe um arquivo. Logo abaixo existe a opção de responder com as próprias palavras e voz. Experimentando um pouco o aplicativo, já podemos sentir a intenção de 18 14 de março de 2016 - jornal propmark

seus criadores, Nir Zicherman e Michael Mignano. Como grandes fãs de podcasts, o objetivo dos dois é nos dar a possibilidade de criação de programas interativos de rádio com feedback direto em áudio da “audiência”, se é que podemos continuar fazendo esse tipo de distinção. Ainda assim, apesar das ótimas intenções, não podemos deixar de usar nosso olhar crítico: sem nenhuma forma de moderação, pessoas com más intenções poderiam facilmente estragar a boa experiência que o Anchor pode nos oferecer. Se a intenção é realmente criação de programas de rádio, clipes de dois minutos não serão suficientes. Uma discussão acalorada ou um tópico bastante complexo trariam consigo posts enormes com ideias fatiadas em arquivos mal organizados. O Anchor possui qualidades que poderiam fazer dele um ótimo app, mas parece que ainda falta um amadurecimento estrutural para que possa realmente atingir seus objetivos. LiMonADA BRASiLEiRA Outros dois apps que daremos destaque estão além da experiência pós-texting. Limões, que remetem ao Lemonade, novo aplicativo brasileiro que proporciona experiência pós-telas Estão no pós-telas. Imagina que ao chegar ao cinema seu celular mostra comentários do diretor e oferece um cupom para comprar pipoca? E ao interagir com o telão, você participa com o resto dos espectadores de um game coletivo? E receber a setlist que o DJ está tocando ao entrar numa balada? Parece mágica, mas é a ideia do Lemonade, aplicativo brasileiro que cria experiências para marcas, com eventos ativados através de todas as funções do celular. Ele aproxima o mundo real do virtual ao criar interatividade di- reta entre os dois. As utilidades práticas que o Lemonade promove são infinitas e pavimentam o caminho para o uso mais criativo e interativo da internet, bem além das telas de computadores e celulares. Imagine, por exemplo, fazer match entre pessoas dos seus interesses profissionais e ainda pagar uma bebida online convidando-os para um café ou cerveja. Assim é a proposta da rede social Beer or Coffee, aplicativo também nacional que está sendo utilizando pelos brasileiros em Austin para combinar encontros Ivaylo Ivanov/Shutterstock de negócios de uma forma mais social. Ambas as startups estão na delegação oficial da Apex no SXSW. Dentre esses quatro aplicativos, o Peach é o que está disponível há mais tempo. Desde o começo deste ano, sua base de usuários tem crescido consideravelmente e, se você quiser, como a revista Rolling Stones, MTV e outros, já pode começar sua experiência Peach tanto em Android quanto IOS. *Diretores da Associação EraTransmidia Se a sua marca quer trocar, conversar, interagir e engajar os consumidores nas ruas, fale com a Otima. A Plataforma de Mídia Exterior que ajuda a construir relacionamento entre marcas e pessoas. /otimaooh /otimaooh /otimaooh /otimaooh jornal propmark - 14 de março de 2016 19

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.