Views
6 days ago

edição de 13 de agosto de 2018

  • Text
  • Anos
  • Mercado
  • Brasil
  • Agosto
  • Propmark
  • Jornal
  • Publicidade
  • Marketing
  • Ainda
  • Campanha

mídia A série teen Z4

mídia A série teen Z4 traz alguns influenciadores em seu elenco, como o youtuber Pedro Rezende (à esq.) lugares para achar talentos. Não podemos ignorar teatro, cinema e outras mídias, todos os lugares são importantes. Entretanto, contar com influenciadores no elenco é um diferencial, pois é uma oportunidade de alavancar a novela, mas também deles serem alavancados pelo sucesso da mesma”, acredita. Questionado se as redes sociais são um insumo importante para causar impacto positivo na programação, Murilo Fraga, diretor de programa do SBT, garante que sim. “Passamos a utilizar uma nova ferramenta de promoção para o lançamento e a manutenção dos nossos produtos que, na maioria das vezes, chega antes aos nossos fãs e telespectadores”, explica. No entanto, há limites para esse impacto na programação diária da emissora. “Acho incrível essa interação com o nosso público e saber o que ele está achando da nossa programação. Porém, ainda não é possível tomar decisões em relação à grade de programas tendo as redes sociais como referência, afinal são milhões de pessoas com gostos e ideias diferentes”, pondera. A relação entre influenciadores e TV impacta também o setor comercial do SBT, como reconhece Marcelo Parada, diretor- -comercial e de marketing. A presença considerável das atrações e artistas da emissora no digital, seja em seguidores, visualizações e engajamento com os conteúdos, traz números ditos fundamentais para tornar as propostas comerciais multiplataformas mais atraentes para os anunciantes. “E claro, o acompanhamento em real time da reação do público nos alimenta para melhorar ainda mais os resultados, seja para insights criativos para as atrações ou mesmo para criar novas oportunidades para marcas em branded content”, diz o executivo. Janelas de interatividade A RedeTV!, por sua vez, diz estar profundamente conectada com as redes sociais, Divulgação “O telespectador não deseja ser passivo, ele quer ter a mesma voz que tem na internet. Para isso, usa as redes sociais para opinar, criticar e elogiar” em “janelas de interatividade”, como explica Franz Vacek, superintendente de Jornalismo, Esportes e Digital da RedeTV. No Mariana Godoy Entrevista, por exemplo, metade das perguntas já chegam pelo Twitter. A emissora afirma que foi pioneira em colocar o Periscope dentro de uma cabine de locução de futebol para que a experiência pudesse ser mais interativa. A experiência da empresa com lives no Facebook nos debates eleitorais de 2016 levou a empresa a criar uma grade online alternativa transmitida pelo Facebook e YouTube. “Nosso canal no YouTube é o 22º mais influente do mundo e 2º no Brasil, de acordo com o site Social Blade. De certa forma, todos os 1.500 funcionários da Rede TV! estão envolvidos neste processo. Quem não enxergar isso não fará televisão daqui a pouco tempo”, avalia Vacek. “O telespectador não deseja ser passivo, ele quer ter a mesma voz que tem na internet. Para isso, usa as redes sociais para opinar, criticar e elogiar. É um termômetro muito importante. Independentemente da plataforma em que eles nos acompanham, queremos sempre aprimorar a nossa matéria-prima, que é o conteúdo de qualidade”, analisa. No lado comercial da emissora, o trabalho multiplataforma também impacta os resultados. “Partindo do princípio de que trabalhamos em diversas plataformas, existe a publicidade, que é mais assertiva na TV, no Social, no Mobile e em outras plataformas digitais. Neste caso, nós podemos usar uma de nossas plataformas para despertar interesse e criar assuntos que viralizam rapidamente em outras. Com essa inteligência, entregamos para o anunciante uma comunicação mais completa”, explica Henrique Collor, value creation director da RedeTV! Do ponto de vista de audiência, funciona da mesma forma, diz ele. “Nossa ideia é impactar o nosso telespectador na televisão e continuar impactando enquanto ele não estiver em frente à TV. A tendência disso é automaticamente gerar engajamento e cada vez mais afinidade entre nossa audiência e nossos conteúdos”, conclui. A Band afirmou, através de sua assessoria de imprensa, que, embora a exibição na televisão continue sendo a origem do buzz que depois deriva para as plataformas digitais, os pontos de contato mudam em função da jornada do telespectador. “A Band é uma produtora de conteúdo que se conecta com o público de forma variada ao longo do dia e estamos atentos a todas as manifestações. Temos o SAC, ainda utilizado por muitas pessoas que ligam para se expressar e e-mails, além das redes sociais, sem dúvida o componente mais novo e desafiador”, reconhece a empresa. “A tevê só ganha ao observar os novos hábitos do público. O segredo da comunicação está na conexão. E, sim, as redes sociais são uma ponte de conexão com o telespectador”. A empresa, no entanto, relativiza a importância delas para gerar mudanças na programação. “As redes sociais são, antes de tudo, um termômetro de um determinado momento. Representam uma das muitas leituras que se pode fazer, além de permitir um contato direto com a audiência. Nesse contexto, são mais um parâmetro, mas jamais o único para o qual olhamos”. O grande exemplo de conexão com as redes sociais da emissora é Masterchef, considerado internamente como bom exemplo de engajamento e resultado publicitário nas redes sociais. “O talent show, que alcança ótima audiência, também repercute de forma potente nas redes sociais, sendo opção para muitos anunciantes em todas as temporadas. É um caso clássico da dobradinha perfeita, que começa com a veiculação do programa na televisão e deriva para ações complementares nas plataformas digitais”, afirma a emissora. Outro produto considerado bem-sucedido é o Papo Premium, realizado em conjunto com a Itaipava. Assim que o programa termina na televisão, a Band Digital leva ao ar, ao vivo, no Twitter do Masterchef, uma live sobre o episódio com André Vasco e convidados. Com 15 minutos de duração na primeira edição, caiu no gosto do público e registra números crescentes: as lives agora já chegam a uma hora de duração. No dia 17 de julho, foi visto por 188 mil espectadores, número recorde até aquele momento. 42 13 de agosto de 2018 - jornal propmark

MÍDIA SBT completa 37 anos e lança álbum de figurinhas que resgata trajetória Para comemorar o aniversário no próximo dia 19, emissora conta sua história em páginas ilustradas com fotos raras e inéditas de atrações emissora de Silvio Santos faz aniversário este mês. No dia próximo A dia 19 o canal completa 37 anos e, para comemorar, lançou um álbum de figurinhas, o Livro Ilustrado Oficial SBT. Fruto de uma parceria entre SBT Licensing e Editora On Line, o álbum está disponível nas bancas de jornais e livrarias de todo o Brasil. São 67 páginas e 480 cromos que contam a história e trajetória do SBT. As páginas são ilustradas com fotos raras e inéditas de atrações que marcaram a história da TV brasileira. O livro reúne, por exemplo, momentos marcantes do Programa Silvio Santos desde a década de 1960, assim como a sua trajetória até o nascimento da emissora. Os programas infantis que marcaram época no canal, além de sucessos da programação como Casa dos Artistas, Topa Tudo por Dinheiro, A Pra- ça é Nossa e Viva a Noite. O elenco artístico do canal também faz parte do álbum e tem sua trajetória contada através dos cromos. Entre as personalidades que viraram figurinhas estão Patrícia Abravanel, Celso Portiolli, Ratinho, Eliana, Silvia Abravanel, Christina Rocha e Raul Gil. O jornalismo, os reality shows gastronômicos, programas clássicos e novelas fazem parte do álbum, que recorda ainda alguns profissionais que passaram pela casa, como Serginho Groisman, Sônia Abrão e Gugu. Além disso, a publicação relembra e homenageia Hebe Camargo e tem o boneco “Silvinho” marcando os meses do ano em cromos metalizados. Maisa, Larissa Manoela, Rebeca Abravanel, Lívia Andrade, Chris Flores, Beca Milano, Carlos Bertolazzi e Helen Ganzarolli, entre outros, viraram figurinhas. Divulgação Livro sobre Silvio também reúne memórias e integra celebração Bake Off Brasil volta para quarta temporada com novidades no time JÉSSICA OLIVEIRA Bake Off Brasil – Mão na O Massa volta ao ar para sua quarta temporada com algumas novidades no elenco e nos patrocinadores. Coproduzido pelo Discovery Home & Health, o reality show gastronômico procura encontrar o melhor confeiteiro amador do país. O trio que comanda a atração tem dois novos integrantes: Nadja Haddad substitui Carol Fiorentino na apresentação e, no júri, a chef confeiteira Beca Milano forma dupla com o padeiro Olivier Anquier, que entra no lugar de Fabrizio Fasano Jr. Eles vão avaliar os participantes em provas criativas e técnicas durante 18 semanas. Já no patrocínio, esta edição reúne as veteranas Cacau Show, Sôdie Doces e Lacday, além de UZ Utilidades e Philco, que se Novo trio é formado por Beca Milano, Nadja Haddad e Olivier Anquier juntam ao time este ano. Segundo Lucas Rangel, diretor-geral do programa, as provas estão mais longas e chegam Divulgação/Gabriel Cardoso/SBT a cinco horas de duração. “Exigiremos mais das finalizações e sabores. Estou muito feliz com o casting de confeiteiros. Bus- camos, além de talento, representatividade. Está colorido, com gente de diferentes regiões, com as mais diversas relações com a cozinha e idades.” Esta temporada tem 20 candidatos disputando 16 vagas. A principal regra é preparar confeitos, doces ou salgados, que precisem ir ao forno. A cada episódio, o pior competidor é eliminado e o melhor recebe o avental azul de “Mestre Confeiteiro”. Os participantes enfrentam desafios técnicos, nos quais devem preparar a mesma receita, e provas criativas, em que eles precisam fazer receitas em uma temática específica. O programa é um formato da Love Productions, distribuído pela BBC Studios. A quarta temporada estreou no SBT no último dia 11 e no canal pago dia 24. A edição anterior teve média de 8,2 pontos de audiência. jornal propmark - 13 de agosto de 2018 43

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.