Views
4 months ago

edição de 12 de março de 2018

  • Text
  • Brasil
  • Maior
  • Propmark
  • Jornal
  • Ainda
  • Paulo
  • Marca
  • Aberta
  • Anos
  • Campanha

especial tv abeRta

especial tv abeRta Reality shows geram popularidade às emissoras e conversa no digital Fenômenos mundiais, programas que elevam ilustres desconhecidos a celebridades a cada temporada são destaques na chamada "Social TV" Claudia Penteado desejo de imortalidade é O tão antigo quanto a consciência da morte. E a celebridade se transformou, nesta era, no santo graal da imortalidade, segundo diz o psicólogo e filósofo israelense Carlo Strenger em seu livro O medo da insignificância. Isso explica, ao menos em parte, o sucesso mundial dos reality shows, que são, por sua vez, pela atenção que despertam, caminho certeiro para o santo graal das emissoras de TV: a audiência. Strenger descreve os reality shows como a maior transformação ocorrida no cenário da TV neste milênio, desde quando Survivor e American Idol explodiram em atenções nos Estados Unidos, colocando esse formato de programa como prioridade na grade da maioria dos canais de maior audiência naquele mercado. E no Brasil não é diferente. As principais emissoras de TV aberta tiveram ou têm em sua grade programas que mostram o milagre da transformação de pessoas comuns em celebridades - seja por seu talento para cantar, cozinhar, dançar, sobreviver em condições adversas ou encantar as pessoas no confinamento de uma casa acompanhado por câmeras 24 horas por dia. Em muitos casos, a maior audiência vem da forte repercussão nas redes sociais, a chamada “Social TV”. Segundo dados da Kantar Ibope Media referentes aos realities transmitidos em TV aberta no ano passado, a final do Masterchef Brasil, exibido na Band, foi o episódio de maior repercussão nas redes sociais naquele ano, seguido de alguns episódios do Big Brother Brasil (Globo) e a estreia de A Fazenda. Outro dado, da SEMrush.com posiciona o MasterChef como reality show mais buscado na internet em Festa na casa mais vigiada do Brasil tem grande repercussão nas redes sociais a cada novo acontecimento “O brasileirO tem a peculiaridade de buscar a participaçãO em sOciedade. sOmOs O segundO maiOr mercadO das redes sOciais nO mundO” fevereiro deste ano, acumulando mais de 733,5 mil pequisas; seguido de A Fazenda, que teve 673 mil buscas; e do Big Brother Brasil, procurado 200 mil vezes. Em quarto e quinto lugares ficaram The Voice (Globo), com 165 mil consultas; e o The Voice Kids, com 135 mil. O Dancing Tiago Leifert, que está no comando da temporada deste ano do BBB Fotos: Divulgação Brasil, da RecordTV, teve 74 mil buscas. Segundo o Kantar Ibope Media, o público predominante dos realities é o das classes A/B/C, 63% mulheres, 70% com imóvel próprio, 61% dos homens e 57% das mulheres trabalham. “O brasileiro tem a peculiaridade de buscar a participação em sociedade. Somos o segundo maior mercado das redes sociais no mundo. Acho que os desafios da convivência dos realities de confinamento chamam a atenção do público brasileiro, especialmente entre os jovens e aqueles conectados justamente nas redes sociais”, 10 12 de março de 2018 - jornal propmark

A A A A A A A A A A A A A A A

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.