Views
1 week ago

edição de 11 de setembro de 2017

  • Text
  • Marca
  • Setembro
  • Brasil
  • Marcas
  • Jornal
  • Publicidade
  • Propmark
  • Digital
  • Mundo
  • Mercado

MErcado Exame Fórum

MErcado Exame Fórum 2017 debate o papel do empresariado no cenário atual Encontro reúne autoridades, especialistas e líderes de grandes empresas para discutir como seguir em frente e retomar ciclo de expansão no país Alisson Fernández nosso futuro está em “O nossas mãos e não nas mãos do governo. Precisamos colocar a iniciativa privada na cadeira de comando da economia”. A declaração do presidente do Grupo Abril, Walter Longo, no início do Exame Fórum 2017, fez com que alguns dos líderes do empresariado presentes no Hotel Unique, no último dia 4, em São Paulo, parassem para analisar o atual cenário político e econômico do Brasil. O evento, que teve a missão de debater questões sobre como seguir em frente e inaugurar um novo ciclo de expansão no país, reuniu também autoridades políticas, como Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados; Geraldo Alckmin, governador do Estado de São Paulo; e João Doria, prefeito de São Paulo. Ao abrir o evento, Longo falou sobre a importância de gerir negócios evitando os obstáculos de um ano eleitoral e aproveitando as oportunidades de uma economia com um suave reaquecimento. “Somos protagonistas e não coadjuvantes do progresso e do desenvolvimento. Mas, enquanto isso não se concretizar em toda a sua extensão desejável, devemos relativizar o que lemos e focar no que fazemos”, afirma Longo. Para Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados e presidente da República em exercício no dia do evento, o país vive um novo momento. “Estamos pensando em uma reforma tributária que não apenas simplifique o sistema, mas que possa, a médio e longo prazo, trazer redução da carga tributária. Meu objetivo, independentemente da eleição do próximo ano, é conseguir manter na Câmara uma agenda de reformas que reduza o tamanho do Estado brasileiro Para Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, o setor privado é quem vai tirar o Brasil da crise para que a empresa ou cidadão possa organizar melhorar seu futuro. Precisamos estar próximos do setor privado. É ele que vai tirar o Brasil da crise”, revela Maia. Mas é verdade que, nas últimas décadas, muitos empresários se aproveitaram da proximidade com o governo para se aproveitar do poder conivente. Ainda segundo Longo, a Lava Jato e todas suas consequências apontam uma nova dimensão moral e cívica para o país. “Não haverá mais espaço para os amigos do rei e, sim, para os amigos do ROI (Return On Investment). É hora de trabalhar e esperar resultados pelo esforço e dedicação, não pela mão invisível da corrupção”, finalizou o executivo. Durante a série de debates, o sócio das lojas Riachuelo, Flávio Rocha, revelou que a omissão dos empresários fez florescer, em primeiro lugar, o “SomoS protagoniStaS e não coadjuvanteS do progreSSo e do deSenvolvimento” Alê Oliveira grande fator de perda da competitividade e que é preciso ter uma posição proativa. “Constato o estrago da nossa omissão, mas agora que saímos da toca, vejo com otimismo as perspectivas futuras. Vejo o empresário saindo da zona de conforto, assumindo papel mais didático. Com a barriga no balcão, vemos a beleza do funcionamento das engrenagens do livre mercado, tanto no processo de formação de riqueza quanto no processo de distribuição de riqueza”, diz Rocha. Ainda segundo o executivo, é fundamental que os empresários tenham uma posição proativa. “É o momento de as entidades empresariais repensarem o seu papel. Se queremos realmente virar a página e resgatar o papel da sabedoria e do livre mercado, temos de resolver este conflito na classe empresarial”, revela. 8 11 de setembro de 2017 - jornal propmark

ABA Mídia SP 21/09 NOVOS PARÂMETROS PARA MEIOS, MÉTRICAS E CONEXÕES PARTICIPE DO ABA MÍDIA SP Em um mercado extremamente competitivo como o da comunicação, é importante acompanhar as mudanças que ocorrem tanto para veículos quanto para agências, anunciantes e público. A audiência multitela, cross media, novos players, e outras transformações no mercado, tudo isso demanda atenção especial para os parâmetros de comparação e aferição de resultados. VENHA DISCUTIR A TRANSFORMAÇÃO E A RELEVÂNCIA DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO EM PLENA ÉPOCA DE REVOLUÇÃO DIGITAL. Data: Quinta-feira, 21 de setembro de 2017 Local: Renaissance São Paulo Alameda Santos, 2233 - Jd. Paulista, São Paulo Horário: das 9h às 15h PATROCÍNIO OURO PATROCÍNIO PRATA PATROCÍNIO BRONZE PARCEIROS DE MÍDIA APOIO REVISTA

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.