Views
3 months ago

edição de 11 de junho de 2018

  • Text
  • Brasil
  • Copa
  • Marca
  • Mundo
  • Junho
  • Propmark
  • Marketing
  • Jornal
  • Campanha
  • Mercado

especial copa do mundo

especial copa do mundo Budweiser aposta em copos com luz e atrações que vão além dos jogos Sob o tema Light up the World, marca pretende conectar pessoas através de experiências que integram a paixão e a energia da competição FeLipe TurLão especial para o propMArK Patrocinadora global da Copa do Mundo, a Budweiser trabalhou sua comunicação para o evento a partir do tema Light up the World, que foi adotado nos 85 países em que está presente. O conceito convida os consumidores da cerveja a iluminar o mundo por meio da energia e da torcida. O vídeo materializa o posicionamento, mostrando drones carregando garrafas especiais da cerveja em diversos cenários do mundo, a caminho de um dos estádios da Copa. A iniciativa foi alimentada por uma série de ações de ativação. “A paixão e a energia que a Copa causa nos torcedores atravessa fronteiras, está em todos os lugares: casas, bares e ruas do mundo inteiro. E queremos amplificar essa sensação”, explica Karina Ferreira, gerente de marketing de Budweiser. Uma das iniciativas da marca de cerveja é o Bud Basement, espaço personalizado para a veiculação dos jogos, além de atrações musicais, estúdio de tatuagem e barbearia, entre outros atrativos. Os espaços vão funcionar em diferentes capitais brasileiras durante o campeonato: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. Edições especiais durante a Copa também ocorrem até 15 de julho. Segundo a marca, os espaços são inspirados nos icônicos porões de Nova York e Berlim que revelaram grandes bandas e ideias pelo mundo. O objetivo do Bud Basement é reunir pessoas que se conectam pela atitude em uma atmosfera urbana, genuína e contemporânea, como a cerveja. Para divertir o público, os locais terão campeonatos de pebolim e futebol de botão, uma quadra de street soccer e uma banca para os fanáticos por figurinhas terem um ponto de encontro para troca e até disputarem as mais valiosas em Bud Basement: espaço personalizado para assistir aos jogos terá outras atrações como música, estúdio de tatuagem e barbearia campeonatos de “bafo”. Como a maioria dos jogos será ocorre em horários comerciais, alguns dos espaços contarão com um coworking, onde o público poderá trabalhar antes ou depois de curtir os jogos. O projeto tem produção coordenada pela Haute. “Queremos amplificar a energia da Copa em todo o mundo. Vamos fazer com que todos vivam este momento de forma autêntica e intensa, e o lugar mais legal para participar dessa festa será, definitivamente, dentro das Bud Basements”, diz Karina. Ainda como parte do portfólio de ativações, a marca lançou o Bud Red Cup, que revive o costume de se colecionar os copos de cerveja dos jogos da Copa, que foi um grande sucesso no Brasil há quatro anos. O corpo personalizado estará em todos os estádios na Rússia, tendo como diferencial um dispositivo que acende uma luz vermelha de acordo com o nível de barulho da torcida. No Brasil, eles estão disponíveis nos supermercados, bares e eventos- “paixão e energia que a Copa Causa nos torCedores atravessa fronteiras: Casas, bares e ruas do mundo inteiro” -proprietários da marca. “O Red Light Cup concretiza nosso conceito de iluminar o mundo. Ele tem uma tecnologia desenvolvida especialmente para Budweiser com um microfone e um prisma de luz de LED que se acende com o barulho da torcida. Esse é o copo oficial da Copa do Mundo da Fifa 2018”, explica Karina. Outra iniciativa da cerveja é a promoção Você Com Bud na Rússia. Os ganhadores ficarão hospedados no Bud Hotel em Moscou, terão ingressos para o jogo Brasil x Sérvia, acesso aos melhores assentos no estádio, convites para as festas da marca, além de atividades turísticas no país. Por Divulgação fim, em parceria com a Consul, a marca estará presente na Consul Smart Beer, edição limitada de cervejeira conectada por um aplicativo que envia notificações em celulares avisando que o estoque está no mínimo, permitindo reabastecimento com apenas um clique, através de e-commerce. A marca Budweiser se prepara agora para uma iniciativa que ocorrerá durante os jogos do Brasil nas Bud Basements. O Beat Rússia consiste em medidores de decibéis colocados nas arenas que sediarão as partidas da seleção e nos locais dos eventos no Brasil. Eles vão monitorar onde há mais barulho, e onde se gera mais energia. “Os resultados serão acompanhados em tempo real em telões dentro das Bud Basements e nas redes sociais da marca. Se o nosso público no Brasil ganhar da Rússia no grito, e a gente não tem dúvida que isso vai acontecer, todos aqueles que estiverem nos nossos Bud Basements vão ganhar uma rodada de Bud”, revela. 48 11 de junho de 2018 - jornal propmark

marCas Perdigão brinca com os termos brasa e braza em clima de Copa Com recurso de mídia programática, durante o Mundial na Rússia, DM9DDB estrutura war room para ações digitais e produz 26 comerciais Paulo Macedo Um pouco de semiótica no churrasco pode render um tempero extra, especialmente quando se trata de driblar os rígidos mecanismos para se apropriar de um evento como a Copa do Mundo, uma paixão nacional, mas blindado pelos organizadores exclusivamente para as marcas dispostas a pagar o valor das milionárias cotas de patrocínio. A DM9BBD resolveu brincar com a expresão Brasa que, de acordo com o storytelling que construiu, se aplica ao nome da linha de produtos do seu cliente Perdigão, literalmente à brasa para assar churrasco e ao termo braza, usado para identificar os brazucas que vivem no exterior. O executivo Paulo Coelho, copresidente e CCO da agência, explica que foram produzidos 26 comerciais que estão sendo exibidos de acordo com o momento e com a lógica da mídia programática na TV aberta. Tem filme para o horário da manhã, para a hora do churrasco, vitórias e derrotas, por exemplo. A produção é da Cine e envolve os diretores Clovis Mello (cenas com Marco Luque) e Cris Vida (produtos). “A mídia programática é um recurso que inspirou o desenvolvimento da ideia. O Rodrigo Lacerda, vice-presidente de O histriônico Marco Luque foi convocado como âncora da Perdigão nas ações da Copa do Mundo para a linha Brasa marketing da BRF, nos incentivou a seguir esse caminho e o resultado é uma proposta de conteúdo sob medida para cada momento da seleção, mesmo sem falar em jogo e seleção”, resume Coelho. A agência estruturou um warm room que vai estar atento às demandas do digital. “Cada movimento é uma oportunidade para uma resposta em real time. Se houver contusão de um jogador, na hora vamos montar uma estratégia para o ambiente digital”, diz Coelho. Foram produzidos 26 filmes que estão sendo exibidos de acordo com o momento Fotos: Divulgação Comunicação brinca com expressão Brasa que se aplica ao nome da linha de produtos, literalmente à brasa para assar churrasco e ao braza, que identifica brazucas no exterior jornal propmark - 11 de junho de 2018 49

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.