Views
2 weeks ago

edição de 10 de setembro de 2018

  • Text
  • Setembro
  • Mercado
  • Brasil
  • Propmark
  • Nova
  • Anos
  • Jornal
  • Marca
  • Clientes
  • Paulo

agências Mark Read

agências Mark Read assume o WPP visando acelerar transformação do negócio Executivo quer simplificar operações e vender empresas; no segundo trimestre do ano, de abril a junho, grupo teve alta de 2,4% nas receitas Felipe Turlão Grupo WPP, dono de redes O de agências como Y&R, Ogilvy, Grey e JWT, oficializou na semana passada Mark Read como novo CEO global, assumindo o cargo que foi, por 33 anos, de Martin Sorrell. A liderança da empresa vinha sendo compartilhada desde abril entre Read e Andrew Scott, que se torna COO do grupo. Sorrell deixou o posto sob acusação de “má conduta profissional” e, hoje, lidera a holding S4 Capital, que já venceu a concorrente na disputa recente pela compra da MediaMonks. Read assume a missão de liderar uma empresa com 130 mil funcionários, em 112 países. Principal executivo do maior grupo de comunicação e marketing do mundo, se torna o homem mais poderoso da publicidade mundial. Seu salário será de 975 mil libras por ano, com direito a bônus anual de até 250% do salário, de acordo com a valorização das ações da companhia. Trata-se de um modelo que agrada aos acionistas, insatisfeitos com a desvalorização de quase 40% da empresa no último ano de Sorrell no cargo. O atual chairman da companhia, Roberto Quarta, afirmou em comunicado que Read foi escolhido após rigoroso processo de seleção, avaliando os candidatos internos e externos. Na prática, Read já era visto como potencial sucessor de Sorrell há alguns anos. “Ele é um profundo conhecedor do mundo dos negócios, conta com apoio interno e conquistou respeito dos clientes pelo seu foco na qualidade do serviço. Read já desempenha um papel central em muitos dos investimentos e iniciativas de sucesso do WPP e tem grande experiência nas operações do board”, disse Quarta. Algumas das missões de Read serão ampliar o potencial Mark Read é o novo CEO global do WPP: “Mudança de estratégia já está em curso, e tem a ver com nossa estrutura” da entrega de serviços que já existem na companhia (a simplificação dessa oferta deve ser prioridade para o executivo), acelerar a transformação do negócio do WPP e reposicionar o grupo para voltar a crescer fortemente nos próximos anos. Em declaração, Read disse que o mercado de publicidade vive um momento de transformação, que traz a necessidade de “mudanças estruturais”, mas não significa “declínio estrutural”. “Como CEO, meu foco será em fortalecer a empresa e fazer o negócio retornar ao crescimento forte e sustentável. Nossa mudança de estratégia já está em curso, e tem a ver com nossa estrutura, com as operações com performance baixa, particularmente nos Estados Unidos, e com a forma como posicionaremos a empresa no futuro”, analisa. Até o fim do ano, Read promete explicar melhor esse plano. cResciMento Ainda na semana passada, o WPP divulgou os resultados financeiros relativos ao primeiro semestre de 2018. Embora com queda de 2,1% nas receitas do grupo no período, a boa notícia é que no segundo trimestre, de abril a junho, o WPP teve alta de 2,4%, que representa o primeiro crescimento desde o primeiro trimestre de 2017. Os resultados mostram como vai se materializar a gestão de Read. Segundo ele, o bom resultado se deve à retenção de clientes e conquistas, e muito disso ocorreu pela “simplificação” do negócio da empresa, como o estabelecimento de locações divididas entre empresas do grupo em lugares como Nova York e Kuala Lampur. Outra tendência é a venda de empresas, como a plataforma Appnexus, negociada com a AT&T, e a empresa de software Globant. Os resultados do primei- Divulgação ro semestre do WPP apontam outras tendências, como os bons rendimentos das operações de relações públicas e mesmo do mercado brasileiro. O negócio de publicidade e mídia, que representa 43% do total do grupo, teve uma queda de 0,8% nas receitas. O segundo maior negócio do WPP é de comunicação especializada, que inclui consultoria de marca e health & wellness, que significa 33% do grupo e teve alta de 1,9%. A área de data investment é 15,4% do WPP e teve queda de 1,5%, enquanto relações públicas subiu 3,5%, maior crescimento entre as unidades, já representando 9% dos negócios. Na divisão entre países, o Brasil teve um bom resultado para o WPP, crescendo 5,9%, sinalizando retomada dos investimentos. No ano de 2017, por exemplo, o crescimento do país foi de apenas 1,6%. 20 10 de setembro de 2018 - jornal propmark

marCas Faber-Castell abre espaço para estimular criatividade da garotada Iniciativa também abrigará a primeira loja da marca e simboliza um passo de expansão da empresa dentro de seu DNA de atuação JÉSSICA OLIVEIRA e a Faber-Castell deixas- de existir, por que o “Sse mundo ficaria triste?”. Eduardo Ruschel, diretor de marketing e inovação da marca, fala que esta foi uma das questões que inspiraram o Espaço Faber-Castell de Criatividade e Inovação, que será aberto no próximo dia 15, na Livraria Cultura, no Shopping Market Place, em São Paulo. O local também abrigará a primeira loja da Faber-Castell. No espaço, crianças a partir de seis anos serão estimuladas a usar a criatividade em grupo e têm à disposição materiais que Divulgação Espaço Faber-Castell fica no piso superior da Livraria Cultura do Shopping Market Place vão de lápis a impressora 3D. A iniciativa tem uma metodologia desenvolvida com o pesquisador Leo Burd, do Media Lab do MIT (Massachusetts Institute of Technology), e em alinhamento com a Base Nacional Curricular. A ideia surgiu da percepção da empresa e de pesquisas que apontam o pensamento criativo como habilidade reduzida conforme as crianças crescem. “Identificamos a oportunidade para ajudar os pais, escolas e professores a mudarem positivamente a estatística. É um passo de expansão da marca dentro do seu DNA e a realização de um sonho”, diz Ruschel. jornal propmark - 10 de setembro de 2018 21

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.