Views
3 months ago

edição de 1º de fevereiro de 2016

  • Text
  • Brasil
  • Propmark
  • Fevereiro
  • Campanha
  • Jornal
  • Paulo
  • Filme
  • Ainda
  • Mercado
  • Mundo

marcaS Skol é

marcaS Skol é patrocinadora do festival de música eletrônica Tomorrowland Sob o tema The Key to Happiness, evento será realizado entre 21 e 23 de abril, com DJs como Steve Angello e sons que vão do hip hop ao drum and bass Paulo Macedo música é o elemento-chave para a concentração de A tribos. E a franquia Tomorrowland, festival de música eletrônica criado pela SFX Entertainment, sabe disso. A segunda edição brasileira será realizada entre os dias 21 e 23 de abril no Parque Maeda, em Itu, no interior de São Paulo, com patrocínio master da Skol Beats, marca que integra o portfólio da Ambev, e do energético Fusion Energy Drink, do mesmo fabricante da cerveja. O acordo da empresa com os organizadores se estende até 2017. As redes sociais do evento agrupam 20 milhões de seguidores em todo o mundo e o share brasileiro desse volume é de 15%. São aguardadas 180 mil pessoas para se esbaldar com as atrações do line up como Alesso, Axwell & Ingrosso, Steve Angello, Dimitri Vegas & Like Mike, David Guetta e Armin van Buuren. Os ingressos comercializados são apenas uma fonte de monetização do evento, que tem como tema The Key to Happiness. Os patrocínios intermediários vêm em seguida: lojas instaladas no local, com 10 tendas para abrigar pontos de venda como ótica, supermercado, lanchonetes, moda, artigos de camping, acessórios etc. complementam as fontes de receitas. A Souza Cruz também vai ter um espaço para venda dos seus produtos. O diretor de marketing e vendas, o executivo Maurício Soares, enfatiza que os direitos são outro vetor de monetização. Por exemplo, a Netflix remunerou a SFX para realizar o longa This was Tomorrow, com imagens capturadas nas edições da Bélgica e dos Estados Unidos no ano passado. Os direitos de transmissão também entram na contabilidade. Este ano será o canal Multishow, da Globosat, que substitui a MTV. O camping Dream Ville pode receber 30 mil pessoas, pelo menos é a expectativa de Soares. A organização promove, um dia antes de o evento começar, a festa The Gathering, um receptivo à massa que se hospeda no local. “É um conto de fadas para um público diferente, alegre, harmonioso e divertido. São pessoas que amam a música e fazem da música eletrônica um modo de vida. Essa especificidade pode ser bem aproveitada pelas marcas presentes já que se trata de um público bem targeteado”, explica 18 de fevereiro de 2016 - jornal propmark

O Tomorrowland 2016 será em Itu, no interior paulista, e é aguardado um público em torno de 180 mil pessoas Soares, lembrando que o Ibope fez a pesquisa Tribos Musicais em 2015, mostrando que o estilo reúne consumidores de alto padrão. O público gay, diz Soares, é essencial no composto do evento porque a cena clubber “não existiria sem essa tribo”. “Eles conhecem os músicos, os repertórios. Dançam e cantam. Como consumidores, têm mais recursos para gastar. Mas, música eletrônica não é exclusiva de um público. Muita gente que gosta de gospel também tem na veia música eletrônica”. Soares destaca ainda que o Tomorrowland é uma complexidade de experiências de pessoas que amam a vida. “Este ano vamos ter seis palcos diferentes e uma parafernália de som e luz muito superior a 2015. Cada dia terá um anfitrião. Um deles é a Casa Anzu, de Itu. São esses espaços que amplificam a música eletrônica e formam a sua cultura para as novas gerações”, destaca o diretor da Tomorrowland Brasil, lembrando que o YouTube é o canal “em que bombam os trabalhos dos principais artistas do gênero”. Maurício Soares, diretor de marketing e vendas, afirma que evento é “um conto de fadas para um público diferente, alegre, harmonioso e divertido” Serão seis palcos que vão abrigar nomes como Alesso, Axwell /\ Ingrosso, Steve Angello, Dimitri Vegas & Like Mike, David Guetta e Armin van Buuren jornal propmark - de fevereiro de 2016 19

PROPMARK

PROPMARK

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.